Porto Alegre

Prefeitura de POA distribui 244 toneladas de alimentos para alunos

Repasse garante que estudantes mais carentes tenham em casa as refeições que fariam nas escolas
Durante o período de isolamento social, em virtude da pandemia de coronavírus, a prefeitura já distribuiu mais de 244 toneladas de alimentos às famílias de alunos da rede municipal de ensino. Foram beneficiados estudantes de escolas municipais de Ensino Fundamental e Educação Infantil (rede pública estatal), assim como as crianças matriculadas nas escolas comunitárias (rede pública não estatal).

Publicidade

“O repasse dos gêneros tem o objetivo de assegurar que os alunos das famílias mais carentes mantenham em casa as refeições que seriam feitas nas instituições de ensino se houvesse atividades presenciais”, afirma o secretário municipal de Educação, Adriano Naves de Brito. As aulas estão suspensas desde o final de março.

A logística de distribuição dos kits é organizada pela própria escola, junto com seu conselho escolar, resguardando as medidas de segurança contra a propagação do coronavírus, como uso de máscara, higienização e distanciamento. Os pais ou responsáveis precisam assinar a comprovação do recebimento dos alimentos.

Os gêneros alimentícios distribuídos já constavam dos estoques das escolas e também são provenientes de aquisições da Secretaria Municipal de Educação (Smed) nos últimos dois meses – nesta semana, ocorre o cronograma da segunda entrega de alimentos nas escolas municipais de Educação Infantil. Incluem hortifrutigranjeiros, como ovos, legumes e frutas, e não perecíveis, como arroz, farinha e feijão, além de carnes, como frango ou peixe em conserva. Os recursos, em sua totalidade, são oriundos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), do governo federal.

A medida tem amparo na Lei Federal 13.987, de 7 de abril, que garante a distribuição dos alimentos da merenda escolar às famílias de estudantes que tiveram as aulas na rede pública de educação básica suspensas devido à pandemia. Antes, as escolas da rede municipal permaneceram com oferta de almoço, com 2.693 refeições servidas entre os dias 18 e 26 de março. Em média, o percentual de estudantes do Ensino Fundamental que utilizam os refeitórios é de 40%, enquanto na Educação Infantil 70% dos alunos frequentam os refeitórios.

Distribuição de alimentos:

  • – 88 toneladas de hortifrutigranjeiros para Educação Infantil da rede municipal
  • – 81,7 toneladas de não perecíveis para Educação Infantil da rede municipal
  • – 64,7 toneladas de perecíveis e não perecíveis para Educação Infantil da rede comunitária
  • – 10,3 toneladas para alunos do Ensino Fundamental da rede municipal

Total: 244,7 toneladas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.