Rio Grande do Sul

Autoteste rápido de HIV passa a ser distribuído pelo SAE de Lajeado

O Serviço de Assistência Especializada (SAE), setor vinculado à Secretaria da Saúde (Sesa) da Prefeitura de Lajeado, passou a disponibilizar à população de Lajeado e região autoteste rápido de HIV (vírus da imunodeficiência humana). Este novo modelo é uma alternativa ao tradicional teste que já vem sendo realizado nas unidades de saúde.

Publicidade

Conforme a coordenadora do SAE, Waldirene Bedinoto, o autoteste é uma novidade para o Município de Lajeado, um dos poucos do Estado do Rio Grande do Sul que oferece à população este tipo de teste por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). O teste será disponibilizado preferencialmente às pessoas que possuem dificuldade de acessar os serviços de saúde por uma série de motivos. “Muitas pessoas deixam de procurar pelo serviço por medo de serem reconhecidas. Com este novo teste, buscamos incentivá-las a realizar o teste na sua comodidade, em qualquer horário e local. O autoteste rápido vem para somar nas nossas ações e nos auxiliará na realização de diagnósticos, que quando são precoces garantem mais qualidade de vida ao paciente”, contou Waldirene.

O autoteste, distribuído pelo governo federal por meio do Ministério da Saúde, é o Action. Ele funciona com a mesma metodologia que os demais testes rápidos oferecidos nas unidades de saúde. A diferença é que o próprio usuário pode aplicar em si mesmo ou na companhia de alguém de confiança. Com um kit composto por um dispositivo de coleta, lanceta automática, curativo e álcool sachê, o usuário coleta uma própria gota de sangue, e após acrescentar o reagente, o resultado é obtido entre 10 e 20 minutos. Mais informações e passo a passo são explicados na bula ilustrativa do teste.

Waldirene explica que o resultado do teste não pode ser utilizado para o diagnóstico definitivo. Ou seja, caso o resultado for reagente, ou seja, positivo, o paciente deverá procurar uma unidade de saúde para realizar outros testes que irão confirmar ou não o resultado. Em caso de confirmação, o paciente é encaminhamento ao SAE para receber acompanhamento.

No momento da retirada, o interessado preenche um formulário e recebe orientações de como aplicar o teste. O teste pode ser retirado, inclusive, por outra pessoa.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.