DestaqueNegócios

Dia dos Pais terá alta de 23% no volume de vendas online

E-commerce brasileiro deve faturar R$3,15 bilhões no período, confira as dicas para lojistas alavancarem suas vendas

São Paulo/SP – Com a pandemia, lojistas aceleraram a conexão do comércio físico ao eletrônico, possibilitando a realização de vendas mesmo de forma remota. Diante do aumento de alternativas e as mudanças de hábito de consumo do brasileiro, o setor projeta um crescimento de 23% nas vendas online, garantindo um faturamento de R$3,15 bilhões, de acordo com levantamento da ABComm (Associação Brasileira do Comércio Eletrônico).

Publicidade

No começo de 2020, a expectativa era de 18% crescimento para as vendas no período, porém em função das medidas de isolamento social impostas para conter a transmissão do novo coronavírus, espera-se alcançar um aumento ainda maior, já que a projeção feita à época considerava que o comércio estaria com menos restrições do que no momento atual.

O estudo aponta ainda, que neste ano, a tendência é que os itens mais vendidos sejam dos setores de informática, celulares, eletrônicos, artigos esportivos, moda e acessórios. Em média, cada brasileiro deve gastar R$ 373 para comprar um presente ao pai.

Para os empresários que querem abocanhar uma fatia desse crescimento e, quem sabe assim, minimizar os impactos da crise ocasionada devido à quarentena, quase que interminável, o especialista em marketing digital e growth hacking, Fabrício Macias, founder e head of business development da Macfor, AdTech focada em marketing digital, growth hacking e cultura agile, explica que o e-commerce está em tendência de alta, logo, a compra de presentes online tem se tornado mais comum no cotidiano do consumidor brasileiro.

Segundo Macias, esses novo hábito foi forçado pelo distanciamento físico e reforça a transformação digital que acontece nesta nova era. “Por necessidade, as pessoas se aventuraram nas compras virtuais e como a experiência, na maioria das vezes, é positiva, novos consumidores tornaram-se adeptos desse canal de vendas”, esclarece.

Para ajudar os comerciantes a alavancarem suas vendas e a aumentarem o faturamento nesse período, o profissional que separou algumas dicas. Confira:

1. Seu site é uma vitrine

Antes de tudo, você precisa se conscientizar que lojas virtuais não possuem vendedores, logo, terá que caprichar na descrição dos seus produtos, ressaltando suas características e vantagens, além de explorar imagens com boa qualidade para valorizar seus diferenciais. Lembre-se de não copiar o descritivo do fornecedor, invista tempo nisso, pois como estratégia de SEO (em inglês Search Engine Optimization, ou seja, é uma otimização para motores de busca) isso poderá fazer diferença na indexação do seu site nos buscadores online, como o Google, por exemplo. “Quanto mais conteúdo sua página conter, maiores serão suas chances de conversão”, comenta o especialista.

2. Forneça comodidade

Os consumidores adoram comodidade. “Eu diria que ela é um dos principais fatores que levam as pessoas a optarem pelas compras online, por isso, sua loja virtual precisa tornar o processo da compra fácil. Não crie dificuldade para finalização da compra, nem perca tempo coletando muitas informações antes do cliente chegar no carrinho. Quanto mais simples e funcional for seu e-commerce, maior será o seu volume de vendas”, explica Macias.

3. Tenha um custo de marketing menor

Você provavelmente não domina estratégias de marketing digital. Tenta fazer isso sozinho, poderá trazer prejuízos. Hoje em dia, um dos incentivos para a divulgação de produtos em plataformas de marketplace é a economia gerada em ações de marketing. “Esses portais normalmente assumem a responsabilidade de atrair usuários, criar promoções e fomentar as estratégias de vendas”. Porém, é fundamental que o lojista tenha ciência que para disponibilizar os seus produtos nessas plataformas, terá que arcar com as taxas que são atribuídas por elas. Por isso, antes de se aventurar nessa opção, avalie qual será o real custo-benefício dessa operação, só assim você saberá se a estratégia realmente vale a pena para o seu negócio.

4. Adquira a confiança dos consumidores

Conquistar a confiança de um consumidor pode levar tempo. Logo, para os e-commerces menores e que estão iniciando neste nicho, esse tópico por representar um desafio na hora de impulsionar as vendas. Portanto, analise com atenção a possibilidade de publicar seus produtos em marketplaces renomados. “Essa estratégia, por mais que você tenha que pagar taxas, vai te trazer credibilidade e transferir a segurança da plataforma para sua empresa e ajudará na decisão de compra de seus consumidores”, diz.

5. Maior alcance de público

Por fim, lembre-se que quanto maior a quantidade de lugares em que os seus produtos estiverem disponíveis, maior será a probabilidade de que ele seja encontrado pelo público de interesse e provavelmente haverá mais chances de eles serem comprados por um número significativo de clientes. Lembre-se que essa dinâmica, só será válida se sua empresa optar pela divulgação de produtos em uma ou mais plataformas de marketplace. No entanto, preste atenção também para a alta concorrência presente dentro desses portais, pois “é muito comum encontrar um mesmo item oferecido por diversas lojas no site”.

Macias ainda esclarece que, “a transformação digital pode até ser assustadora, mas ela poderá elevar o seu negócio a outro patamar. Por isso, invista em tecnologia, mas não se esqueça de desenvolver as pessoas para que possam lidar com ela. Seus colaboradores e clientes conseguirão distinguir essa humanização na sua empresa e a tendência é que você consiga tirar bom proveito das vantagens dessa nova Era de consumo”, conclui.

Sobre a Macfor Marketing
Criada em 2016, a Macfor Marketing é uma adtech focada em growth hacking, cultura agile e transformação digital para empresas. Formada por especialistas de diferentes áreas do digital, a consultoria de marketing digital de alta performance oferece projetos sob medida por meio de soluções de Transformação Digital, Growth Hacking, UI & UX, Inbound Marketing, Business Inteligence e SEO. A Macfor utiliza ciência de dados para alcançar os melhores resultados qualificados em tráfego, leads, vendas e conversões para grandes marcas como: Syngenta, UOL, Farmadelivery e Movile.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.