Porto Alegre

Safra de pêssegos de Porto Alegre deve se estender até dezembro

A safra de pêssegos em Porto Alegre está em fase de colheita e a previsão é que se estenda até final de dezembro, segundo levantamento da Emater/RS-Ascar. Conhecida pela produção de pêssegos de mesa, Porto Alegre tem 20 hectares cultivados com a cultura e 16 famílias dedicadas à produção, que chega a mais de 160 toneladas.

Festa do Pêssego

As variedades de pêssego cultivadas são a Premier, Sulina, Charme, Peach, Chimarrita, Douradão, Maciel, Granada, Cardeal e Eldorado. A comercialização de toda a safra ocorre de forma direta ao consumidor, por meio de pontos-de-venda e na Festa do Pêssego, que não ocorre neste ano em função da pandemia da Covid-19.

Além de pêssegos, quem visitar o Largo Glênio Peres, a Redenção aos domingos e os pontos tradicionais de oferta da fruta na Vila Nova, Ipanema, Restinga e outros bairros, poderá também adquirir ameixas e flores cultivadas por produtores da capital. O preço médio do pêssego está sendo ofertado por volta de R$ 8,00.

Segundo o extensionista da Emater/RS-Ascar em Porto Alegre, Luís Paulo Vieira Ramos, a safra está com boa qualidade nas frutas e caso venha mais um pouco de chuva, isto garantirá ainda a colheita de bons pêssegos que tenham sido plantados de forma tardia.

Publicidade
Botão Voltar ao topo