Publicidade
Litoral

Imbé sinaliza a presença de um jacaré-do-papo-amarelo no Lago da Fonte

Em Imbé, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Pesca, Proteção Animal e Agricultura (SEMMAPA) sinalizou com placas a existência de um jacaré-do-papo-amarelo no Lago da Fonte, no Centro. Conforme o biólogo da pasta, Pedro Terra Leite, é provável que haja somente um exemplar do réptil no local.

Terra ressalta que é importante lembrar que no Lago é proibida pesca, banho e prática de esportes náuticos, como canoagem e stand up paddle, por exemplo. Ele recomenda que os frequentadores do local devem evitar contato com o jacaré e não devem molestá-lo. “É natural que ele tome banho de sol, prática comum da espécie, portanto, evitem de chegar perto e deixem-no quieto”, complementa. O biólogo também destaca a necessidade de cuidado com animais de estimação. “Evitar que seus cães entrem no lago também é importante”, complementa.

Publicidade

Espécie ameaçada de extinção

O jacaré-do-papo-amarelo é uma espécie ameaçada de extinção e que vive nas lagoas, rios, banhados e lagos do leste do Brasil. Em média, possuem de 1,5 a 2 metros de comprimento, mas podem chegar até 3 metros. Os filhotes alimentam-se de insetos e invertebrados, enquanto os adultos tem na sua dieta peixes, caramujos, pequenos mamíferos e aves.

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo