Novo HamburgoSão Leopoldo

Comusa e Semae se reúnem para tratar do desassoreamento do Arroio Gauchinho

Localizado na divisa dos bairros Santos Dumont, em São Leopoldo, e Santo Afonso, em Novo Hamburgo, o Arroio Gauchinho é motivo de atenção para os dois municípios, principalmente na prevenção de alagamentos nas extremidades dessas localidades. Para discutir um plano compartilhado de desassoreamento no local, antes do inverno, que é um período de cheias, o Serviço Municipal de Água e Esgoto de São Leopoldo (Semae), acompanhado da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Semov), reuniu-se com a Comusa – Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo e a Companhia Municipal de Urbanismo (Comur), nesta terça-feira (20), em Novo Hamburgo, para dar início ao projeto.

Publicidade

Representando a autarquia leopoldense, estavam presentes o diretor-geral, Ary Moura, e o assessor técnico de Engenharia, Everson Gardel. Pela Semov, o secretário de Obras e Viação, Geraldo Passos, e o engenheiro Paulo Kumer, participaram do encontro. Pelo lado hamburguense, o diretor-geral da Comusa, Márcio Luders, além do engenheiro da autarquia, Ari Portela, e o diretor da Comur, Maurício Saul, estavam presentes. Como curiosidade, os dois diretores do Semae e da Comusa, também ocupam o posto de vice-prefeito, em seus respectivos municípios.

Como encaminhamento da reunião, ficou acordado entre as partes envolvidas que, já, nos próximos dias, as equipes técnicas dos dois municípios farão uma visita ao local para acertar o início dos trabalhos. De acordo com o diretor-geral, Ary Moura, esse movimento é importante para São Leopoldo, assim como para Novo Hamburgo, portanto, há consenso, acerca da necessidade do desassoreamento do Arroio Gauchinho. “Tivemos uma conversa muito produtiva e já acertamos a responsabilidade compartilhada neste projeto que beneficiará os moradores dos dois municípios”, afirma.

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo