Agronegócio

Lotes de fêmeas Angus e Brangus alcançam R$ 4,7 milhões no primeiro dia de leilão no RS

Leilão Revolution tem pista aquecida com liquidez total e segue nesta semana

A temporada dos remates de Outono avança aquecida. Iniciado no sábado (24/4), o Leilão Revolution alcançou liquidez total com a marca de R$ 4.735.500,00 na venda de 559 fêmeas Angus e Brangus só no primeiro dia do remate. A cabanha Rincon del Sarandy, de Uruguaiana (RS), por exemplo, arrematou R$ 2.400.350,00 na largada das vendas. Com compradores de estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Pará e Tocantins, a Rincon ofertou 294 exemplares. O leilão ainda segue na segunda, terça e quarta-feira (26, 27 e 28/4).

Publicidade

No total, a oferta para a raça Angus teve média de R$ 8.293,22 e da Brangus, de R$ 8.601,55, entre fêmeas com cria ao pé, prenhes e novilhas. O lote mais valorizado foi o de número 280, uma novilha Brangus da Tradição Azul, de Quaraí (RS), vendido a R$ 45 mil para o criador Ademir Hoinaski Filho, do Paraná. Segundo o pecuarista Ignacio Tellechea, proprietário da Rincon del Sarandy, a velocidade do martelo do leiloeiro Fábio Crespo surpreendeu. “O remate foi ágil, com muita procura. Nos próximos dias, esperamos ter ainda mais valorização e boa liquidez, principalmente nos touros”, pontuou. Os lotes 217, 218 e 220 foram os mais valorizados da Rincon no remate, saindo a R$ 12.900,00/animal para o criador Daniel Guimarães Severo, de Dom Pedrito (RS).

O Revolution segue até o dia 28 de abril com ofertas de diversas raças com transmissão pelo Canal Rural e Canal do Criador. Além da Rincon, as propriedades Ave Maria e Corticeira, de São Borja (RS), Cia Azul, Estância Quatro Folhas, de Uruguaiana (RS), Estância Silêncio, de Alegrete (RS), e Tradição Azul, de Quaraí (RS), são as responsáveis pela oferta dos animais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Botão Voltar ao topo