Porto AlegreVariedades

OSPA inicia temporada artística 2021 no sábado (8/5)

A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) realiza a abertura da temporada artística 2021 no sábado (8). Em função da pandemia de Covid-19, os primeiros concertos serão com grupos de câmara, levando um número reduzido de instrumentistas à Sala de Concertos da Casa da OSPA, e serão transmitidos ao vivo, sempre aos sábados, às 17h, pelo canal do Youtube da orquestra. Ainda não há previsão de retorno do público presencial.

Para marcar a abertura da temporada, o maestro Evandro Matté convida o público para um bate-papo nesta segunda-feira, 3 de maio, às 19h, no Instagram da OSPA. O regente e diretor artístico da orquestra conversa com a pianista Olinda Allessandrini sobre o concerto do dia 8 de maio e também traz novidades sobre o Complexo Casa da OSPA.

Depois da abertura da Sala de Concertos, em março de 2018, a sede da orquestra segue em construção nas dependências do Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF), na Avenida Borges de Medeiros, em Porto Alegre.

Repertório

A estreia da temporada no sábado (8), às 17h, traz um repertório de compositores franceses. O concerto começa com as obras “Ballade”, de Eugène Bozza (1905-1991) e “A La Manière de Schumann”, de Jean Michel-Defaye (1932-). As peças serão executadas em dueto, pelo trombonista da OSPA, José Milton Vieira, e pelo pianista convidado Paulo Bergmann.

O destaque do programa é o compositor Camille Saint-Saëns (1835 – 1921), cujo centenário da morte tem sido lembrado no mundo todo. Dez músicos, incluindo dois pianistas (Olinda Allessandrini e Paulo Bergmann) executarão “O Carnaval dos Animais”.

Saint-Saëns compôs a obra em 1886 como uma brincadeira para divertir seus amigos. Os instrumentos aludem a diferentes animais, o que frequentemente associa a obra ao repertório infantil. No entanto, esta não era a intenção do compositor: os animais são uma sátira a personalidades da sociedade francesa. O autor só apresentou o trabalho duas vezes, por medo que prejudicasse a sua carreira. Após a sua morte, “O Carnaval dos Animais” veio a público em 1922 e se tornou uma das obras mais populares de Saint-Saëns, presente nas trilhas sonoras de filmes como “Fantasia 2000” e “Harry Potter e a Pedra Filosofal”.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo