Agronegócio

Abrates promove curso on-line de Fisiologia de Sementes de Plantas Cultivadas

Em 13 aulas, o participante terá conhecimentos básicos dos processos fisiológicos de sementes; inscrições podem ser feitas no site da Abrates, com desconto para associados

Conhecimentos fisiológicos são fundamentais para os profissionais do agronegócio de sementes. Para contribuir com a formação sobre o tema dos profissionais que atuam na cadeia produtiva brasileira e da América Latina, a Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (Abrates) promove o “Curso de Fisiologia de Sementes de Plantas Cultivadas” em versão on-line. A programação, inscrição e outras informações no site da Abrates.

O curso é baseado nos conhecimentos do livro “Fisiologia de Sementes de Plantas Cultivadas”, escrito pelo professor e doutor Júlio Marcos Filho”, da Esalq/USP, e editado pela Abrates, com versões em Português, Espanhol e Inglês. Conta com a colaboração de renomados profissionais da Área de Sementes, representando instituições altamente qualificadas.

“Conhecer o comportamento da semente durante os processos de formação, maturação, dormência, embebição, germinação e deterioração possibilita melhor entendimento do desenvolvimento da plântula originária da semente e de suas deficiências fisiológicas, que caracterizam as anormalidades nos testes de germinação em laboratório e de emergência em areia ou diretamente no solo em campo. Além disso, permite o desenvolvimento de tecnologias para aprimorar o desempenho de lotes de sementes, como o condicionamento fisiológico (priming)”, segundo Júlio Marcos Filho, professor da Esalq/USP e professor do curso.

De acordo com presidente da Abrates , também dos professores do curso, Francisco Carlos Krzyzanowski, pesquisador da Embrapa Soja, as aulas são voltadas, principalmente, para estudantes de graduação, mestrado e doutorado em Agronomia e Biologia; engenheiros agrônomos, biólogos, pesquisadores e professores.

O presidente da Abrates explica a importância dos profissionais do agronegócio de sementes dominarem os conhecimentos básicos sobre fisiologia.

“Os testes de vigor como envelhecimento acelerado, deterioração controlada, teste de frio, germinação a baixa temperatura, comprimento de plântulas, classificação do vigor de plântulas, peso de matéria seca e de tetrazólio estão baseados no conhecimento sobre a fisiologia da semente”, afirma Krzyzanowski.

Ele acrescenta que conhecer as formas e o conteúdo de água presente na semente e sua influência na sua longevidade associada, principalmente à temperatura e teor de água, é importante para tomadas de decisões nos processos de aeração, secagem e armazenagem, visando a preservação da semente até o início de uma nova safra.

O curso foi planejado, visando destacar a utilização prática do conhecimento sobre os processos vitais da semente, permitindo desenvolver procedimentos para agregar valor aos lotes comercializados.

Versão on-line

O curso presencial é ministrado desde 2011, totalizando a formação de 600 alunos nas sete edições. Na versão on-line por causa da pandemia do coronavírus, associados da Abrates têm desconto na inscrição de 23,5%, reduzindo o valor da taxa para R$ 1.300. Não associados pagam R$ 1.700. O curso é autoinstrucional, ou seja, sem tutoria. A carga horária é de 35 horas.

Para complementar o conteúdo, o estudante receberá no endereço cadastrado, um exemplar do livro de Fisiologia de Sementes de Plantas Cultivadas, inteiramente grátis sem custo de envio.

Integram a equipe de professores, os doutores Francisco Carlos Krzyzanowski (Embrapa Soja); Júlio Marcos Filho (Esalq/USP); Ademir Assis Henning (Embrapa Soja); Denise Cunha Fernandes dos Santos Dias (UFV); Cláudio José Barbedo (Instituto de Botânica, SP);Fernando Augusto Henning (Embrapa Soja); José de Barros França Neto (Embrapa Soja); Silvio Moure Cicero (Esalq/USP) e Warley Marcos Nascimento (Embrapa Hortaliças).

O curso será ministrado em 13 aulas e ficará disponível logo após a confirmação do pagamento. O aluno poderá realizar as atividades propostas nos dias e horários de sua preferência. O conteúdo vai ficar disponível na plataforma por até seis meses, a partir da liberação. Confira a programação abaixo.

Programa de aulas

  • Aula 1 – Importância da Semente – Dr. Júlio Marcos Filho
  • Aula 2 – Formação da Semente de Angiospermas – Dr. Júlio Marcos Filho
  • Aula 3 – Desenvolvimento (Maturação) de Sementes – Dra. Denise Cunha Fernandes dos Santos Dias
  • Aula 4 – Dormência de Sementes – Dr. Júlio Marcos Filho
  • Aula 5 – Relações Água / Sementes – Dr. Francisco Carlos Krzyzanowski
  • Aula 6 – Germinação – Dr. Silvio Moure Cicero
  • Aula 7 – Peletização e recobrimento de sementes – Dr. Warley Marcos Nascimento
  • Aula 8 – Deterioração de Sementes – Dra. Denise Cunha Fernandes dos Santos Dias
  • Aula 9 – Condicionamento fisiológico de sementes – Dr. Warley Marcos Nascimento
  • Aula 10 – Sementes Recalcitrantes – Dr. Claudio José Barbedo
  • Aula 11 – Interações patológicas e fisiológicas afetando a deterioração da semente – Dr. Ademir Assis Henning
  • Aula 12 – Princípios da biotecnologia aplicados à qualidade de sementes – Dr. Fernando Augusto Henning
  • Aula 13 – Vigor e Desempenho de Sementes – Dr. José Barros França-Neto

SERVIÇO:
“Curso de Fisiologia de Sementes de Plantas Cultivadas”
Inscrição: site da Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (abrates.org.br)
Investimento: R$ 1.300 (associados) e R$ 1.700 (não associados)

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo