Porto AlegreSaúde

HPS de Porto Alegre alerta para casos de quedas entre idosos

As quedas de idosos estão entre as principais ocorrências atendidas pelo Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre (HPS). De 1º de janeiro a 24 de junho deste ano, foram 1704 casos de quedas com vítimas acima dos 65 anos, sendo que 22 morreram.

Esta quinta-feira, 24, é o Dia Mundial de Prevenção de Quedas. A data foi criada pela Organização Mundial de Saúde e foi incorporada pelo Ministério da Saúde. A queda é o terceiro acidente mais notificado no Brasil, o que impõe a necessidade de manter os serviços preparados não só para tratar adequadamente as vítimas, mas também trabalhar a prevenção.

O HPS promoveu nesta quinta uma oficina para qualificar ainda mais os servidores em procedimentos de prevenção a acidentes com pacientes idosos no ambiente hospitalar e também para dar mais segurança durante a internação.

“A hospitalização aumenta o risco de queda, pois os pacientes se encontram em ambientes estranhos ao seu dia a dia. Muitas vezes são portadores de doenças que predispõem à queda, e vários procedimentos terapêuticos podem aumentar esse risco”, alerta a enfermeira Marcelle Schettert, coordenadora do Serviço de Epidemiologia e Gestão de Risco do HPS.

Com apoio do Senac, os servidores vivenciaram situações que simulam as dificuldades dos idosos. Com pesos nas pernas, eles sentiram as dificuldades de deslocamento e falta de agilidade ou firmeza. Também foram trabalhadas formas de contenção para que idosos fiquem seguros mas também confortáveis nas camas.

O protocolo alerta que de 30% a 50% das quedas provocam danos aos pacientes, sendo que de 6% a 44% desses danos são de natureza grave, como fraturas, hematomas subdurais e sangramentos, que podem levar ao óbito. Além disso, a queda pode gerar impacto negativo sobre a mobilidade dos pacientes, além de ansiedade, depressão e medo de cair de novo, o que acaba por aumentar o risco de nova queda.

O HPS alerta também para a importância de medidas preventivas em casa e nos ambientes de trabalho dos idosos:

. Evitar camas altas
. Colocar barras de apoio nos ambientes de circulação
. Evitar escadarias
. Adotar pisos e calçados antiderrapantes
. Idosos com dificuldade de locomoção ou de orientação devem ter sempre alguém por perto, para ajudar a ir ao banheiro e socorrer imediatamente em caso de acidente.

 

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo