Brasil

Bota-Fora atende 14 comunidades nesta semana em Porto Alegre

Projeto atende mais de 200 comunidades em vulnerabilidade social

O segundo ciclo do projeto Bota-Fora, promovido pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), começa nesta semana. Os serviços serão executados da terça-feira, 27, até a sexta-feira, 30, atendendo 14 locais. A ação ocorre a partir das 8h. O primeiro ciclo do Bota-Fora de 2021 coletou 613,09 toneladas de resíduos em 170 comunidades de diferentes bairros.

O projeto Bota-Fora tem o objetivo de auxiliar no descarte correto de resíduos que não são recolhidos pelas coletas regulares do DMLU, como eletrodomésticos, móveis quebrados, colchões e outros objetos volumosos. O trabalho busca evitar que resíduos descartados irregularmente nas ruas obstruam arroios e bocas de lobo, causando alagamentos. Também se destina a atender as comunidades em vulnerabilidade social. Serão 229 comunidades beneficiadas pelo projeto.

“O Bota-Fora oportuniza que os cidadãos realizem o descarte correto de materiais e resíduos, que poderiam formar focos irregulares de lixo. Seguiremos vigilantes e fiscalizadores dos serviços prestados à população, com o foco na zeladoria da cidade”, ressalta o secretário Municipal de serviços urbanos, Marcos Felipi Garcia.

O diretor-geral do DMLU, Paulo Marques, enfatiza a disposição correta de resíduos, lembrando o compromisso social da população: “O cidadão é peça chave no combate ao descarte irregular. Se cada um tiver a consciência de que todos os materiais têm um lugar apropriado para serem entregues, e que possuem valor financeiro se encaminhados para reciclagem ou reaproveitamento, poderemos construir um futuro melhor para nossa cidade e contribuir até mesmo com a geração de renda de quem vive da triagem dos resíduos”.

A recomendação aos moradores dos locais atendidos é que os materiais sejam disponibilizados em frente às residências na noite anterior, ou até as 7h30 do dia do Bota-Fora. A divulgação do serviço é feita por meio de cartazes colocados em unidades de saúde, mercados, escolas, bares e associações de bairro.

Além do Bota-Fora, o descarte desses materiais pode ser feito de modo gratuito, diretamente em uma das Unidades de Destino Certo (UDC) do DMLU. As UDCs, também chamadas de Ecopontos, recebem madeira, móveis velhos e entulhos e estão estrategicamente distribuídas pela cidade. Para mais informações sobre os locais, clique aqui. O DMLU integra a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb).

Programação por comunidades:

27/07 – Terça-feira: Vila Ecológica (Santa Tereza), Nossa Senhora das Graças (Cristal), Hípica (Cristal), Cristal (Cristal), Francisco do Prado (Cavalhada)

28/07 – Quarta-feira: Ângelo Corso (Cavalhada), São Gabriel (Cavalhada)

29/07 – Quinta-feira: Vitória da Conquista (Sarandi), Chimarrão (Sarandi), Ipê São Borja (Sarandi), Asa Branca (Sarandi)

30/07 – Sexta-feira: Ceres (Partenon), Mato Sampaio (Bom Jesus), Fátima Pinto (Bom Jesus)

*O DMLU esclarece que o programa Bota-Fora é realizado nas comunidades. Os bairros são colocados entre parênteses para facilitar a localização da comunidade.

Publicidade
Botão Voltar ao topo