Geral

Hospital Presidente Vargas fez oito ligaduras tubárias neste feriado

O Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV) de Porto Alegre promoveu, nesta terça-feira (12), um mutirão de cirurgias de esterilização feminina. Foram realizadas oito ligaduras tubárias por videolaparoscopia – procedimento indicado para mulheres que não querem mais ter filhos.

A iniciativa foi coordenada pelo Centro de Planejamento Familiar da instituição. Este é o segundo de uma série de três mutirões planejados pelo hospital para este ano. No dia 28 de agosto, foram realizados oito procedimentos para colocação de dispositivos intrauterinos (DIUs) e oito ligaduras por videolaparoscopia. “Para o mês de novembro, estamos organizando um mutirão com mais 12 procedimentos. Haverá colocação de DIUs e de Implanon – implante anticoncepcional subcutâneo”, afirma o diretor-geral do HMIPV, Cincinato Fernandes Neto.

O secretário municipal de Saúde, Mauro Sparta, acompanhou a iniciativa. “Essa é mais uma ação pensada pela Secretaria Municipal de Saúde para diminuir a demanda reprimida causada pela pandemia de Covid-19. Com o avanço da vacinação, é possível retomar a realização de procedimentos eletivos”, enfatiza o secretário.

Referência – O Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV) é referência em cirurgia de alta complexidade para endometriose, doença crônica que afeta mulheres em idade reprodutiva e consiste na presença de tecido endometrial fora do útero.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo