CASANEWSNovo HamburgoVale do Sinos

Sustentabilidade do início ao fim, em Novo Hamburgo

Arquiteto detalha empreendimento com certificação internacional de construção sustentável pioneiro para público das classes B e C no RS

Albert Koelln deu detalhes sobre empreendimento baseado na sustentabilidade, ambiental, econômica e social. Residencial Ibiza, empreendimento Casa Verde Amarela com Certificação Aqua-HQE que será construído em Novo Hamburgo, é da Baliza Construtora e tem investimento de R$ 50 milhões

Publicidade
Albert Koelln – Fotos: Divulgação /Baliza Construtora

O princípio da sustentabilidade sempre está sobre o clássico tripé: ambiental, econômico e social. Quem afirma é o arquiteto e urbanista Albert Koelln, especialista em construções sustentáveis e em gestão de negócios da construção e incorporação imobiliária. “Temos que pensar em como atingir os objetivos em preservação e desempenho ambiental, sendo economicamente viável. E em empreendimentos como os nossos, o aspecto social entra na equação já na condição de trabalho dos operários da obra, considerando salubridade e toxicidade em canteiro, legalidade e formalidade de toda a cadeia produtiva, até o final quando disponibilizamos unidades habitacionais de maior qualidade para quem vai viver ali”, explica. O empreendimento a que se refere é o Ibiza, em Novo Hamburgo, primeiro com certificação internacional de construção sustentável para público das classes B e C na Região Sul do país.

“Na prática, a sustentabilidade se traduz em elementos que agregam valor ao empreendimento, melhorando o seu desempenho. Mas o grande diferencial é que todas estas ações foram listadas, computadas, seus resultados foram medidos, e ao final o desempenho foi auditado por organização independente que atestou o desempenho de sustentabilidade e emitiu uma certificação. Isso garante que o empreendimento de fato se preocupou com todos os aspectos do tripé da sustentabilidade”, ao se referir ao certificado internacional AQUA/HQE nas categorias de Pré-Projeto e Projeto. A certificação é da francesa Démarche HQE™, que no Brasil é aplicada com exclusividade pela Fundação Vanzolini, de São Paulo, e coloca o residencial como referência em sustentabilidade no Rio Grande do Sul.

Publicidade

O Ibiza é um condomínio fechado composto por três torres que somam 243 apartamentos. O investimento é de R$ 50 milhões, com a geração de 200 empregos diretos. O empreendimento do Programa Casa Verde e Amarela será construído na região metropolitana de Porto Alegre.

“O que trazemos de novidade neste empreendimento é que conseguimos viabilizar a conceituada certificação em sustentabilidade para um empreendimento mais econômico. São apartamentos que foram lançados oscilando entre R$ 174.900,00 a R$ 230.000,00 e contam com esta certificação. É uma certificação bastante conhecida e conceituada no Brasil, com muitos empreendimentos residenciais certificados em todo o país. Mas a novidade é que a Baliza Construtora foi capaz de viabilizá-la para esta faixa de preço, o que é inédito para o Sul do Brasil, e raro no país como um todo”, explica.

Para o arquiteto, a sustentabilidade é ainda mais relevante em função das transformações que a sociedade tem vivido. “Hoje, as pessoas se preocupam com a origem dos materiais, com as condições de trabalho, enfim, com aspectos que não impactam no produto, mas fazem parte da responsabilidade social de todos. E a certificação atesta que no nosso empreendimento estes aspectos também foram levados em consideração: condições de trabalho adequadas em canteiro de obra, origem de todos os materiais com o devido licenciamento ambiental, destinação correta dos resíduos, formalidade de fornecedores. Estamos mostrando que é possível fazer desta forma, e temos o respaldo de uma instituição séria que nos auditou”, detalha.

Ele ainda explica que no empreendimento haverá elemento visíveis de sustentabilidade, como painéis fotovoltáicos que geram energia elétrica para reduzir a conta das áreas condominiais, cisterna que coleta água da chuva e a usa para lavagem e rega no condomínio e bicicletários, por exemplo. “Mas o empreendimento é muito maior do que isso. Foram 14 categorias analisadas e o desempenho foi atingido satisfatoriamente em todas elas”, define Koelln, que é diretor técnico da Baliza Construtora.

CATEGORIAS ANALISADAS E APROVADAS PARA CERTIFICAÇÃO:

  • Relação do Edifício com seu Entorno
  • Escolha integrada de produtos, sistemas e processos construtivos
  • Canteiro de obras com baixo impacto ambiental
  • Gestão de Energia
  • Gestão da água
  • Gestão dos resíduos de uso e operação do edifício
  • Manutenção –Permanência do desempenho Ambiental
  • Conforto Hidrotérmico
  • Conforto Acústico
  • Conforto Visual
  • Conforto Olfativo
  • Qualidade dos ambientes
  • Qualidade Sanitária do ar
  • Qualidade Sanitária da água

Empreendimento sustentável e financeiramente acessível passou por diversos estudos

O diretor técnico do projeto explica que o Ibiza é resultado de um trabalho que envolve grande equipe, além de pesquisas de mercado, avaliações técnicas e estudos de viabilidade. “Neste momento, pensamos que seria uma forma de elevar o nível da empresa, e consideramos que este investimento para a certificação traria retornos para a empresa como um todo, sendo também um grande aprendizado. Então contamos com o apoio de muitos profissionais qualificados que nos ajudaram a desenvolver este projeto, além de uma consultoria especializada com sede em São Paulo. Por fim, acreditamos que o investimento necessário para a certificação seria compensado pelo aprendizado e pela velocidade de venda do empreendimento. E agora, após o lançamento, estamos vendo que a procura está muito grande, o que confirma a nossa suposição inicial”, finaliza.

Condomínio sustentável

  • Sistema fotovoltaico: geração de energia para redução da conta das áreas comuns;
  • Cisterna para aproveitamento de água da chuva com sistema de irrigação integrado;
  • Canteiro de obra sustentável: lava rodas, controle de poeira, depósitos especiais, lava pincéis e outros;
  • Apartamentos com conforto visual: todas as unidades possuem vista para o céu;
  • Bacia de retenção para evitar cheias: evitando enxurradas sazonais de grande volume;
  • Rastreabilidade de resíduos gerados pela obra;
  • Hidrômetros individualizados: com medição individual nos apartamentos, áreas comuns, piscinas e portaria;
  • Iluminação completa com lâmpadas de LED;
  • Depósitos para separação de lixo reciclável;
  • Materiais sem o uso de substâncias cancerígenas;
  • Acessibilidade universal de acordo com a norma NBR 9050;
  • Isolamento acústico e térmico de acordo com a norma NBR 15575.

Sobre a Certificação AQUA
Para conseguir a certificação, o empreendedor da construção deve estabelecer o controle total do projeto em todas as fases – desde o programa, passando pela concepção, realização até a operação, ou seja, projeto, obra e uso. Este controle é feito por meio do Sistema de Gestão do Empreendimento (SGE) para que sejam atendidos os critérios de desempenho da Qualidade Ambiental do Edifício (QAE).

Por iniciativa da Fundação Vanzolini, instituição sem fins lucrativos sediada em São Paulo, a Certificação AQUA (Alta Qualidade Ambiental) – voltada para a certificação de construções sustentáveis – foi adaptada à realidade brasileira, considerando todos os parâmetros técnicos, regulamentações e normalização técnica nacional e sua metodologia. Baseada no francês Démarche HQE (Haute Qualité Environmentale), tem os requisitos para o Sistema de Gestão do Empreendimento (SGE) e os critérios de desempenho nas categorias da Qualidade Ambiental do Edifício (QAE), esta certificação é reconhecida internacionalmente por entidades certificadoras que fazem parte da SB Alliance (França, Alemanha, Inglaterra, Finlândia e Itália).
Voltado para todos os tipos de edificações, seja residencial, institucional ou comercial, atualmente o AQUA tem 133 edificações certificadas no país.

Sobre a Baliza Construtora
Com expertise de 39 anos no setor da construção civil, a Baliza Construtora tem matriz em São Leopoldo e contabiliza mais de seis mil unidades habitacionais entregues no Vale do Sinos e recentemente fez lançamentos em Gravataí-RS.

Ficha Técnica:
Projeto Arquitetônico: Baliza Construtora
Projeto Elétrico: Four Corp
Projeto Hidrossanitário: Pinha Engenharia
Projeto Estrutural: Four Corp
Projeto de Gás: Solution
Laudos de Fauna e Flora: ZNO Laudos Ambientais
Laudos Geológicos: Geól. Alexandre Tracante
Plano de Gerenciamento de Resíduos: Folium
Sondagem: Ship
Projeto de Prevenção Contra Incêndio: Fire House
Projeto de Segurança do Trabalho: RB Engenharia
Estudo de Impacto de Vizinhança: ZNO Laudos Ambientais
Consultoria em Certificação Ambiental: Inovatech

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo