Porto AlegreVariedades

Aliança Francesa Porto Alegre promove Debate de ideias sobre o Panorama atual do mercado audiovisual na França e no Brasil

O evento acontecerá no dia 30 de junho, quinta-feira, a partir das 19h, no Cine Grand Café e com transmissão pelo YouTube da AFPOA.

A Aliança Francesa Porto Alegre, no contexto do Festival Varilux de Cinema Francês, promove o terceiro Debate de ideias do ano, com o objetivo de debater sobre os aspectos referentes ao mercado audiovisual da França e do Brasil. A proposta é de, a partir das discussões pertinentes levantadas pelos convidados, debater sobre questões que possam ser relacionadas entre o cenário cinematográfico atual dos dois países.

Publicidade

O evento acontecerá no dia 30 de junho, quinta-feira, a partir das 19h, no Cine Grand Café. Às 19h, propomos uma sessão do último filme do cineasta francês François Ozon, “Peter Von Kant”, que homenageia o cineasta alemão Rainer Werner Fassbinder. Em seguida, às 20h30, teremos o debate de ideias, na mesma sala. O evento também será transmitido pelo YouTube da AFPOA.

Os convidados para o debate são Jéssica Luz e Milton do Prado, com mediação feita por Roger Lerina. O tema debatido será “Panorama atual do mercado do audiovisual no Brasil e na França”.

Sobre os convidados:

Jessica Luz

Produtora com sede em Porto Alegre, graduada pela UNISINOS onde também atua como professora, especialista em Economia da Cultura (UFRGS) e Produção Audiovisual (UAB), mestra em Educação (PUCRS). Em 2018 abriu a empresa Vulcana Cinema e lançou o longa TINTA BRUTA de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon na 68ª Berlinale – Sessão Panorama, vencedor dos prêmios Teddy e CICAE. Dentre seus trabalhos recentes, destacam-se A BARQUEIRA de Sabrina Blanco (Mar del Plata IFF 2019) e o documentário 5 CASAS de Bruno Gularte Barreto (IDFA 2020). Atualmente, está envolvida na produção dos longas O ACIDENTE de Bruno Carboni, selecionado para o Torino Film Lab, CASA NO CAMPO de Davi Pretto, ganhador do World Cinema Fund, e VAI E VEM de Chica Barbosa e Fernanda Pessoa, filme de abertura do Olhar de Cinema IFF 2022.

Milton do Prado

Milton do Prado atua como montador há mais de 25 anos, sendo o responsável pela montagem diversos curtas (como “Cinco Naipes”, com o qual ganhou o kikito de melhor montagem no Festival de Gramado em 2004), longas (como “A Última Estrada da Praia”,2010; e “Bio”, 2017) e séries de TV (“Mulher de Fases”, da Casa de Cinema de Porto Alegre/HBO, em 2011). É formado em jornalismo pela UFRGS (1997), mestre em Film Studies pela Concordia University, de Montreal, Canadá (2011) e doutorando pela PUCRS. É professor e Coordenador do Curso de Realização Audiovisual da Unisinos, assim como um dos editores da revista Teorema – Crítica de Cinema.

Mediador

Roger Lerina

Jornalista e crítico de cinema, integrante da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema). Foi vice-presidente da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS) entre 2008 e 2010 e presidente de 2010 a 2012. Editor do site Roger Lerina (rogerlerina.com), uma plataforma dedicada a notícias, artigos e vídeos sobre cinema, artes cênicas, música, artes visuais e eventos culturais. Integra o conselho artístico do evento Noite dos Museus em Porto Alegre desde 2019. Integra a comissão de seleção das atrações musicais da Virada Sustentável em Porto Alegre desde 2018. Foi curador da Mostra de Longas-Metragens do 10º Festival Internacional de Cinema da Fronteira (2018) e do 11º Festival Internacional de Cinema da Fronteira (2019). Curador dos projetos Meu Filme Favorito e Adaptação: Entre a Literatura e o Cinema, ambos realizados no Instituto Ling. Atua como repórter e crítico de cinema no Canal Brasil. Programador das três salas do Cine Grand Café, inaugurado no final de novembro de 2021 no Shopping Nova Olaria, em Porto Alegre.

Sobre o filme “Peter Von Kant”

Novo filme de François Ozon, que celebra Fassbinder, estreia no Festival Varilux

LONGA REVISITA O CLÁSSICO ‘AS LÁGRIMAS AMARGAS DE PETRA VON KANT’ E MARCA O RETORNO DE OZON À TEMÁTICA LGBTQIA+

A obra de François Ozon está de volta, pela oitava vez, ao Festival Varilux de Cinema Francês, que acontece entre 21 de junho e 6 de julho – com todos os filmes estreando exclusivamente nos cinemas de todo o país no dia 23. O festival traz o trabalho mais recente do diretor, ainda inédito no Brasil: “Peter Von Kant”, que abriu o último Festival de Cinema de Berlim e foi indicado ao Urso de Ouro. Baseado em “As Lágrimas Amargas de Petra Von Kant”, obra prima do cineasta alemão Rainer Werner Fassbinder, o longa troca a personagem Petra por Peter, que se envolve amorosamente pelo jovem Amir e marca, assim, a volta de Ozon à temática LGBTQIA+.

No longa, o diretor de cinema Peter Von Kant vive com seu assistente, Karl, a quem constantemente maltrata e humilha. Sidonie, uma grande atriz e musa do passado nos filmes de Peter, o apresenta a Amir, um jovem aspirante a ator. Peter se apaixona pelo rapaz e o convida para morar com ele em seu apartamento e, em troca, lhe abriria as portas da indústria cinematográfica. O plano funciona, mas assim que Amir ganha fama, termina o relacionamento com Peter, que se vê sozinho e obrigado a lidar com seus próprios demônios.

Com atuações brilhantes – em destaque: Denis Ménochet, na pele de Peter; Isabelle Adjani, que vive Sidonie; e Khalil Ben Gharbia, como Amir -, o filme revisita a obra de Fassbinder, sem deixar de lado a identidade de Ozon. Embora seja menos apegado ao melodrama e mais dinâmico que o original, “Peter Von Kant” se mantém fiel à mesma intensidade emocional, traz a temática LGBTQIA+ e trata, também, de relações de dominação e submissão tanto no plano individual quanto no sociológico, expandindo-se para uma reflexão sobre a própria lógica capitalista que se resvala nas atitudes das pessoas.

PETER VON KANT

  • 2022 / 1h26 / Comédia, Drama
  • Com: Denis Ménochet, Isabelle Adjani, Khalil Ben Gharbia, Stephan Crépon
  • Direção: François Ozon
  • Distribuição no Brasil: Bonfilm

Sinopse: Peter von Kant é um diretor de cinema de sucesso e mora com seu assistente Karl, a quem gosta de maltratar e humilhar. Sidonie, uma grande atriz que foi sua musa por muitos anos, o apresenta a Amir, um belo e modesto jovem. Peter se apaixona por Amir e se oferece para dividir seu apartamento com ele e ajudá-lo a entrar na indústria cinematográfica. O plano funciona, mas assim que ganha fama, Amir termina com Peter, deixando-o sozinho para enfrentar seus demônios.

SERVIÇO

  • Debate de ideias “Panorama atual do mercado do audiovisual no Brasil e na França”.
  • Quando: quinta-feira, 30 de junho de 2022, às 20h30
  • Exibição do filme de François Ozon às 19h
  • Onde: Cine Grand Café (R. Gen. Lima e Silva, 776) e YouTube da AFPOA
  • Entrada franca

Via
Gabriela Franarin
Fonte
Aliança Francesa de Porto Alegre

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo