Caxias do Sul

Prefeitura de Caxias inicia regularização fundiária no loteamento Centenário II

Na manhã deste sábado (16), os moradores receberam as orientações para o cadastramento dos proprietários

Na manhã deste sábado (16/07), o prefeito Adiló Didomenico e o secretário do Urbanismo, João Uez, estiveram reunidos com os moradores do loteamento Centenário II, próxima área que será contemplada com o programa Esse Terreno é Meu. O loteamento possui cerca de 400 lotes com, aproximadamente, 600 famílias. O cadastramento será nos dias 3, 4, 6, 8 e 9 de agosto no ginásio da Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Dolaimes Stedile Angeli – CAIC.

Publicidade

João Uez, que conduziu a reunião, destacou que a regularização das moradias será feita pela prefeitura de forma gratuita, por meio da lei municipal 657/21. “Muitas famílias estão há mais de 30 anos residindo nessa área. Nada mais justo que vocês recebam suas certidões de graça, conforme prevê a lei”, disse o secretário explanando também os passos para receber os títulos de propriedade.

O oficial imobiliário do Cartório de Registro de Imóveis da 1ª Zona de Caxias do Sul, Eduardo Rocha Nunes, parabenizou a Administração Municipal que está cumprindo com seu papel. “A Prefeitura está cumprindo com a função social da propriedade, possibilitando que as pessoas recebam seus títulos de propriedade e, com isso, o sentimento de pertencimento”, disse Nunes.

Prefeito de Caxias do Sul, Adiló Didomenico – Foto: Andréia Copini

O prefeito Adiló destacou que a nova legislação municipal está proporcionando agilizar a regularização fundiária. “O sonho de muitas famílias começa a sair do papel. Começamos a transformar em realidade aquilo que há muitos anos se buscava. O princípio da dignidade da pessoa é ser dono de fato daquilo que possui”.

Também acompanharam a reunião o presidente da AMOB Centenário II, Lori Cabral; os vereadores Zé Dambros e Renato Oliveira; lideranças comunitárias; e a comunidade beneficiada.

Fonte
Imprensa PMCS

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo