Rio Grande do Sul

Cinesystem do Praça Rio Grande Shopping tem Cine Azul no sábado (28)

Neste sábado (28) acontece mais uma edição do ‘Cine Azul’ no Cinesystem do Praça Rio Grande Shopping. O projeto abre as salas de cinema para os telespectadores com sensibilidades sensoriais, Transtorno Espectro Autista (TEA) e Pessoas com Deficiência (PcD’s), em sessões mensais que trazem muito amor ao Praça Shopping.

Publicidade

A sessão inclusiva da animação “Chef Jack – o cozinheiro aventureiro” acontecerá às 14h. O valor será de meia entrada para a Pessoa com Deficiência / Transtorno Espectro Autista e para um acompanhante, seguindo o Decreto nº 8.537/2015, artigos 1º e 2º, III e IV.

O projeto ‘Cine Azul’, da rede de cinemas Cinesystem, realiza mensalmente sessões adaptadas de cinema para pessoas com sensibilidades sensoriais, adaptando sons, movimentos e luzes, possibilitando que elas tenham momentos inesquecíveis de diversão ao lado da família.

Publicidade

O filme será apresentado de forma especial, com uma sessão dublada e 100% acessível, em uma sala de cinema preparada para acolher a todos de forma aconchegante, com iluminação regulada, temperatura ambiente e som mais baixo. Durante a sessão, as crianças terão movimentação livre, ficando à vontade para andar, falar, dançar e cantar durante o filme.

Parceiro do projeto ‘Cine Azul’ desde 2019, o Praça Rio Grande Shopping desenvolve o ‘Projeto Praça Inclusivo’, que prevê meios de valorização, inclusão social e reconhecimento às Pessoas com Deficiência (PcD’s) no ambiente do shopping.

Casa Azul – AMAR

O carro-chefe do ´Projeto Praça Inclusivo’ é a Casa Azul, sede da AMAR – Associação dos Pais e Amigos dos Autistas de Rio Grande. Localizada no Praça Shopping desde 2021, a entidade de assistência social serve como referência às famílias diagnosticadas com TEA – Transtorno Espectro Autista, oferecendo acolhimento e encaminhamento aos tratamentos necessários, como psicólogos e neurologistas.

A AMAR atende famílias com TEA em todas as faixas etárias, e muitas em situação de vulnerabilidade. O acolhimento é feito por assistentes sociais com técnicas para atender as famílias que desconfiam ou receberam o diagnóstico do espectro autista.

O atendimento e agendamento podem ser realizados através do telefone (53) 3233-1292 ou nos canais de atendimento da AMAR (Facebook – Amar Riogrande / Instargram – amar_riogrande).

Botão Voltar ao topo