RS

Documentário sobre imigração italiana tem cenas gravadas em Farroupilha

Farroupilha é cenário mais uma vez para o cinema brasileiro. A equipe da produção do documentário Legado Italiano esteve na cidade na quinta e sexta-feira, 01 e 02, captando imagens em diversos pontos turísticos.

O trabalho é dirigido pela jornalista e cineasta Márcia Monteiro, em parceria com Elton Menezes, com coprodução da Globo Filmes. O objetivo é revisitar as importantes heranças culturais deixadas pelos imigrantes italianos no Brasil, como a indústria metalúrgica e moveleira, a vitivinicultura, a religiosidade, a música, o dialeto e a culinária.

As imagens formam captadas na Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, parreira centenária na propriedade da família Slomp, Estação Ferroviária Nova Vicenza, Pórtico da Cidade, Parque do Centenário da Imigração Italiana, Casa de Bona e Santuário de Caravaggio.

“A gente estava aqui em Caravaggio para gravar imagens áreas de todo esse espaço vazio e depois, no dia 26 de maio, faríamos a mesma imagem com o espaço cheio. Fui conversar com o pessoal do hotel aqui da comunidade para colocar também uma câmera lá e me contaram que iria acontecer essa Romaria hoje. Não tinha como não aproveitar, afinal, a maior referência do legado italiano é justamente a terra, os frutos que brotaram da luta deles e que hoje resulta na produção vinícola”, conta emocionada a diretora do documentário, Márcia Monteiro.

Além de Farroupilha, o documentário tem cenas de Caxias do Sul, Garibaldi, Bento Gonçalves, Vila Flores e Monte Belo do Sul. E em maio a equipe retorna ao município para gravar a Romaria de Nossa Senhora de Caravaggio.

“Eu frequento essa região desde 2012. Depois que fiz um curso de degustação e fui convidada a participar do Circuito Brasileiro de Degustação do Ibravin, no Rio de Janeiro, me apaixonei pela história do vinho brasileiro. No mesmo ano iniciei minha pesquisa sobre o assunto e já vim diversas vezes pra região. Também gravamos a novela Além do Tempo, que mostrava a produção vinícola e minha ligação por essa cultura só aumentou. Mesmo que eu não tenha descendência italiana alguma, me emociono ao conversar com os nonos, é uma ligação inexplicável”, diz.

O filme deve ficar pronto no final de 2018, quando haverá pré-estreia no Rio de Janeiro e em Bento Gonçalves, além de exibição nacional pela GloboNews. Nas cidades que serviram de cenário para a produção e não têm cinema, a intenção é firmar parcerias com as Prefeituras para a exibição em praças, parques e outros espaços públicos.

Tags

Artigos relacionados

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios