Brasil

Plenária na Acibalc: Águas de Camboriú quer investir em saneamento no município

Concessionária quer implementar rede de esgoto em Camboriú e defendeu na audiência que tem capacidade técnica e financeira para isso

A Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú (Acibalc) recebeu o diretor-presidente da concessionária Águas de Camboriú nesta terça, dia 6, em uma audiência aberta ao público para que a empresa apresentasse informações sobre sua atuação no mercado, o contrato de licitação com o município de Camboriú, investimentos realizados e projetos futuros. Durante sua fala, Ricardo Miranda foi questionado sobre ações necessárias para a preservação das águas que abastecem os dois municípios.

“Entendo que é preciso haver a sustentabilidade da empresa, mas também a dos recursos hídricos”, apontou o presidente da Acibalc, Augusto Munchen, reforçando a participação da associação junto ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú. Ricardo Miranda citou ações pontuais de educação socioambiental, mas destacou o interesse da concessionária em implementar o sistema de esgoto, que atualmente não existe na cidade.

Diretoria da Acibalc com o diretor-presidente da concessionária Águas de Camboriú

“A questão do esgoto é fundamental e diz respeito às duas cidades, porque contribui para preservação e melhoria do manancial. Somos uma empresa privada com capacidade técnica e financeira para realizar esse investimento sem depender de licitações”, garantiu Miranda. Segundo os dados apresentados por ele, a estimativa da empresa é de um investimento necessário seria cerca de R$ 110 milhões para implementar 240 km de rede de esgoto, que atenderia a toda área urbana de Camboriú.

Entre as outras obras previstas pela concessionária, está a construção de uma Estação de Tratamento de Água para a cidade, que hoje recebe água tratada pela Emasa; além de nova captação de água bruta e reservação de 1.000 m³ no Distrito de Monte Alegre. Após a apresentação dos dados levados pela empresa, Miranda também respondeu às perguntas do público presente, que questionou ainda sobre transparência com informações, tarifação e dificuldades de abastecimento durante a temporada de verão.

Augusto Munchen, Presidente da Acibalc, com o diretor-presidente da concessionária Águas de Camboriú

“Viemos apresentar esses esclarecimentos devido à representatividade da Acibalc. Nosso serviço está diretamente atrelado à infraestrutura e ao desenvolvimento das cidades. É fundamental que a gente dialogue com o público qualificado nesse sentido”, reforçou o diretor-presidente da Águas de Camboriú.

Atualmente, a Acibalc representa seus mais de 350 associados, empresários de Balneário Camboriú e Camboriú, em cerca de 20 conselhos e entidades. Entre eles, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú, o Conselho da Cidade nos dois municípios, o Observatório Social de BC e o Conselho Bandeira Azul.

Fotos: Silvia Mendes

Tags

Artigos relacionados

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios