Negócios

Produção de plástico cresceu 2,5% em 2017

O desempenho da indústria de transformados plásticos em 2017 superou as expectativas da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (ABIPLAST) e registrou alta de 2,5% em relação a 2016. Só em dezembro o crescimento foi de 3,7% em relação ao mês anterior na série dessazonalizada. Além disso, depois de três anos registrando o fechamento de postos de trabalho, o setor encerrou o ano com a abertura de 4.696 vagas, o que significa um incremento de 1,5%. Outro dado positivo foi o de consumo, que no ano passado foi 3,9% maior que o período anterior. Os resultados foram influenciados positivamente pelo aquecimento de alguns setores, tais como máquinas e equipamentos (2,6%), eletrônicos (19,6%) e automotivo (17,2%) – que fizeram o consumo aparente crescer em 3,9% ante a 2016.

Publicidade

Segundo o presidente da entidade, José Ricardo Roriz Coelho, os índices mostram uma reação da economia uma vez que o plástico está presente em toda a cadeia produtiva. “A continuidade da estabilidade econômica, aliada às previsões positivas de importantes consumidores de transformados plásticos – como a construção civil e a indústria automotiva, contribuem para que tenhamos uma postura otimista para 2018”, ressalta. A entidade projetou para este ano um crescimento de 3% na produção física, 2% dos empregos e de 4,5% no consumo aparente. A expectativa de queda nos juros e inflação dentro da meta, bem como do crescimento do PIB, também contribuem para essa previsão.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.