Extra

São Leopoldo: Seminário aborda a transparência na gestão

Cada vez mais a sociedade exige rapidez e agilidade no acesso às informações da gestão pública. Pensando nisso, a Prefeitura de São Leopoldo reuniu na manhã do dia 19, na Escola de Gestão Pública, secretários e servidores públicos no 1º Seminário de Transparência – Teoria e Prática. O ouvidor geral Diego Specht apresentou o Comitê Gestor da Transparência, que tem a função de ampliar a fiscalização das ações da administração. “A ideia começou como um Grupo de Trabalho. Há dez meses começamos a colocar em prática as questões sobre o assunto. Ou seja, organizar e publicizar as informações de interesse público”, destacou. O Comitê reúne setores de todo o governo, incluindo funcionários do quadro, para definir fluxo e competências no gerenciamento dos dados. A medida atende a um pedido do Ministério Público e à Lei de Acesso a Informação.

No discurso de abertura, o prefeito Ary Vanazzi lembrou que São Leopoldo foi a primeira cidade a implantar o programa Contas Abertas, onde a população pode acompanhar diariamente a entrada e a saída dos recursos no município. “Tenho convicção de que a situação do país só vai mudar quando a população se apropriar do processo. O povo precisa saber o que o ocorre no âmbito da administração pública, ter ciência da função de cada ente, de cada secretaria”, ressaltou.

Na parte da tarde, o procurador adjunto do Município, Luis Felipe Tronquini, abordou o conceito de transparência e a Lei de Acesso à Informação, que vale para os três poderes da União.

Tags

Artigos relacionados