RS

Relógio do Corpo Humano é atração em Carlos Barbosa

Durante a tarde desta quarta-feira (2), em Carlos Barbosa, um grupo do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos foi ao encontro da Estratégia de Saúde da Família de Arcoverde – ESF, a fim conhecer o Relógio do Corpo Humano. Segundo a Enfermeira de Arcoverde, Daniela Barella, esse Relógio foi criado pelos chineses e serve como um rodízio, ou seja, em cada um dos espaços são cultivados plantas medicinais que auxiliam no tratamento em problemas do órgão representado. “Segundo os chineses, é necessário usar as plantas, como chás nas horas indicadas, pois nessas horas que o órgão está em maior atividade”, enfatiza.

Abaixo, a relação dos horários em que órgão está em maior atividade:
01h03h: Fígado – Alcachofra, Boldo
03h05h: Pulmão – Pulmonária, guaco
05h07h: Intestino Grosso – Linhaça
07h09h: Estômago – Macela, Manjericão
09h-11h: Baço e pâncreas – Pariparoba
11h-13h: Coração – Alecrim
13h-15h: Intestino Delgado – Mil em rama
15h-17h: Bexiga – Cavalinha
17h-19h: Rins – Quebra-pedra
19h-21h: Circulação – Arnica
21h-23h: Sistema Digestivo, Respiratório e Excretor – Sálvia
23h-01h: Vesícula biliar – Bardana

Publicidade

Relógio do Corpo Humano - Relógio do Corpo Humano é atração em Carlos Barbosa

Este projeto é em parceria com a EMATER, através do qual, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer e aprender sobre plantas medicinais, entendendo o uso correto das mesmas e a importância para a preservação do meio ambiente. Além disso, este projeto integra os serviços realizados pelo Centro de Referência em Assistência Social – CRAS, tais como, Círculos de Construção de Paz, oficinas de artesanato, passeios, visitas, cinema e encontros. O CRAS busca prevenir a ocorrência de situações de riscos sociais através do desenvolvimento e monitoramento das famílias, com atividades que promovam o fortalecimento dos vínculos familiares e sociais, aumentando o acesso aos direitos da cidadania.

Publicidade
Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios