Destaque

Brasileiros estão menos otimistas, aponta Pesquisa CNT/MDA

Os brasileiros estão menos otimistas no que se refere às expectativas sobre a situação de emprego, renda, saúde, educação e segurança no Brasil. É o que mostram os resultados da 136ª Pesquisa CNT/MDA, divulgada em 14 de maio, em comparação com os resultados da rodada anterior, a 135ª, de março deste ano.
Geração de empregos e segurança pública foram os temas em que a queda do otimismo foi mais expressiva.
Sobre emprego, na 135ª Pesquisa CNT/MDA, 28,9% dos entrevistados acreditavam que haveria melhora em seis meses. O índice caiu para 27,7% na 136ª edição do levantamento. O percentual dos que acreditam que a situação do emprego no Brasil ficará igual passou de 37,9% para 43,4%.   Já no que se refere à segurança pública, a expectativa de melhora baixou de 25,3% dos entrevistados (na rodada 135) para 17,9% (na rodada 136). O percentual dos que acreditam que irá piorar aumentou de 37,4% para 41,9%. A edição mais recente da pesquisa mostra que 20,6% acreditam que a renda mensal irá aumentar.

Na rodada anterior, o percentual que esperava melhoria era de 23,3%. Quanto às expectativas sobre a saúde no país, 18,5% apostam que haverá melhora em seis meses, segundo a 136ª Pesquisa. Na rodada 135, o percentual foi de 23,5%. O total dos que acreditam que a saúde irá piorar passou de 32,6% para 35,6%. Assim como os outros itens, o otimismo quanto à situação da educação no Brasil também caiu. O percentual de entrevistados que acredita em melhora passou de 26,3% (na rodada 135) para 21%. A pesquisa também aborda as eleições de 2018, trazendo as preferências eleitorais dos entrevistados em cenários de primeiro e segundo turnos de votação, o potencial de voto dos candidatos, além de outros temas, como a Justiça no Brasil, a confiança nas instituições e fake news.

Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões do país. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com 95% de nível de confiança. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o número BR-09430/2018.
Etiquetas
Publicidade
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios