Negócios

Travel with Purpose da Hilton

A Hilton anunciou que irá cortar pela metade sua influência ambiental e dobrar seu investimento em impacto social até 2030. Com este compromisso, a Hilton irá se tornar a primeira empresa mundial de hotelaria a instituir objetivos baseados em fatores científicos a fim de reduzir as emissões de carbono e eliminar resíduos de sabão em aterros.

A empresa também irá dobrar o montante que gasta com fornecedores locais e minoritários, bem como duplicar seu investimento em programas para ajudar mulheres e jovens ao redor do mundo. Estas metas são parte da estratégia de responsabilidade corporativa Travel with Purpose da Hilton para continuar a Agenda de Desenvolvimento Sustentável 2030 das Nações Unidas.

A nova pesquisa com clientes reafirma a estratégia de responsabilidade corporativa da Hilton. Segundo uma enquete com 72.000 hóspedes da Hilton, considerações sociais, ambientais e éticas são fundamentais para suas preferências de compra, especialmente aqueles com menos de 25 anos de idade. A enquete de seis dias foi realizada em maio de 2018 e perguntou aos viajantes se eles pesquisam os esforços ambiental e social da empresa hoteleira. Ela descobriu que:

  • 33% buscam ativamente esta informação antes de reservar – destes, 60% realizam a pesquisa mesmo se a informação não estiver facilmente acessível
    • 44% com menos de 25 anos buscam ativamente esta informação
    • 36% dos viajantes a lazer buscam ativamente esta informação, comparados com 29% dos viajantes a negócios
  • Viajantes do sexo feminino (39%) têm mais probabilidade de buscar ativamente esta informação antes de reservar, do que os viajantes do sexo masculino (29%)
  • Hóspedes que estão na América Central / do Sul (46%), Oriente Médio / África (45%), Ásia Pacífico (41%) e Europa Continental (35%) têm mais probabilidade de buscar esta informação antes de reservar

“Durante quase 100 anos, a Hilton vem sendo conduzida por nossa missão de ter um impacto positivo nas comunidades em torno de nossos hotéis”, disse Christopher J. Nassetta, presidente e CEO da Hilton, e presidente do World Travel Tourism Council. “Neste Período Promissor de Viagens, assumimos um papel de liderança a fim de assegurar que os destinos onde os viajantes trabalham, relaxam, aprendem e exploram sejam vibrantes e resilientes para gerações de aventureiros ainda por vir”.

Em abril, Nassetta uniu forças à Patricia Espinosa, secretária executiva da Convenção Estrutural sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas, a fim de estimular líderes de empresas de viagem e turismo em uma “agenda comum” a tomar uma atitude sobre mudanças climáticas, implementar o Acordo Climático de Paris e adotar alvos baseados em fatores científicos para reduzir as emissões de carbono. As novas metas da Hilton para 2030 incluem os seguintes objetivos sociais e ambientais:

Cortar o impacto ambiental pela metade para ajudar na proteção do planeta

  • Reduzir a intensidade das emissões de carbono em 61%, alinhado com o Acordo Climático de Paris e aprovado pela Iniciativa de Objetivos Baseados em Fatores Científicos (SBTi)
  • Reduzir o consumo de água e resíduos produzidos em 50%
  • Remover canudos plásticos de propriedades administradas
  • Fornecer de modo sustentável carnes em geral, frangos, frutas, frutos do mar e algodão
  • Expandir o programa existente de reciclagem de sabão para todos os hotéis e eliminar resíduos de sabão em aterros

Dobrar o investimento social e conduzir a mudança positiva em comunidades

  • Dobrar o valor gasto com fornecedores locais, pequenos e minoritários
  • Duplicar o investimento em programas de oportunidades para mulheres e jovens, incluindo parcerias com organizações locais e escolas
  • Contribuir com 10 milhões de horas de voluntariado através de iniciativas de Membros de Equipes
  • Dobrar o suporte monetário para esforços de ajuda em desastres naturais
  • Avançar em capacidades de Direitos Humanos na cadeia de valor agregado da Hilton a fim de erradicar o trabalho forçado e o tráfico

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo