DestaqueRio Grande do SulSerra Gaúcha

Bloco Cirúrgico para Grandes Animais passa a integrar a infraestrutura da Medicina Veterinária da UCS

O Bloco Cirúrgico para Grandes Animais do curso de Medicina Veterinária – primeira estrutura do gênero em Caxias do Sul e primeira da Serra Gaúcha inserida em uma unidade acadêmica de ensino – foi inaugurado nesta terça-feira, 19 de junho. A solenidade também marcou a entrega oficial da Praça do Lago, resultado de uma revitalização do ambiente próximo ao Zoológico que incluiu medidas paisagísticas e ambientais, com o redimensionamento dos espaços de esporte e lazer e novas áreas voltadas a crianças, animais de estimação, bancos e iluminação. Os dois ambientes somam-se aos cenários de aprendizado da Universidade ao mesmo tempo em que propõem a aproximação com a comunidade e suas demandas. O novo Bloco Cirúrgico situa-se na Clínica para Animais de Grande Porte, no Bloco 56, que já possibilitava a realização de procedimentos clínicos. O ambiente – que inclui salas cirúrgica e de indução e recuperação anestésica, com equipamentos como mesa cirúrgica apropriada ao porte dos pacientes e aparelho de anestesia inalatória importado, talha hidráulica para elevação, sala de paramentação e seis baias para alojamento durante tratamentos e pós-operatório – sediará cirurgias complexas em equinos, bovinos, ovinos e caprinos sob agendamento. Saiba mais sobre o novo Bloco Cirúrgico para Grandes Animais e a estrutura da Medicina Veterinária e sobre o processo de revitalização do Lago da UCS.

Na cerimônia de abertura, o coordenador do curso de Medicina Veterinária da UCS, Leandro do Monte Ribas, lembrou que o Bloco é um objetivo desde a implantação do curso na Universidade, possibilitado pelo esforço da Instituição e de todos que participaram de sua elaboração, incluindo os acadêmicos, “que ajudam na evolução do curso”.  Para o coordenador, “a relevância é acadêmica e também para a  região, devido à importância do agronegócio e da produção animal. Agrega muito na formação do alunos e para a comunidade, na prestação de serviços”, afirmou, acrescentando a emoção de ver a execução da iniciativa e a realização pessoal, relacionada à sua atuação ligada aos grandes animais.

O reitor Evaldo Antonio Kuiava destacou a relevância do momento, a gratidão aos que integraram o projeto e também aos acadêmicos, que ao optarem pela UCS investem em uma estrutura cada vez mais completa de formação. Kuiava reforçou a visão sistêmica do projeto concebido pela Instituição, ilustrada pela integração das áreas do curso de Medicina Veterinária que visam a uma formação ampla e integral: voltadas aos grandes animais, aos animais de pequeno porte, o zoológico – com os animais silvestres –, além dos projetos do centro de diagnóstico e pesquisa e de mestrado na área. “A UCS nasceu com o propósito de ajudar no desenvolvimento regional, e o curso de Medicina Veterinária vem ao encontro dessa missão e da necessidade da região”, resumiu.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo