DestaqueNegócios

Você sabe quais são os principais documentos fiscais eletrônicos?

Falar de documentação fiscal eletrônica no Brasil parece uma verdadeira sopa de letrinhas e pode assustar qualquer empreendedor. Mas especialistas do Myrp, sistema de gestão na nuvem voltado para pequenas empresas, ajudam a entender essas siglas e o papel de cada documentação para cada tipo de negócio. Um documento fiscal eletrônico é uma nota emitida por meio de meio eletrônico durante uma venda ou prestação de serviço. Confira as principais e suas aplicações:

NF-e

A Nota Fiscal Eletrônica veio para substituir a de papel, que deixou de ser prática pelo alto custo de impressão e armazenamento. Hoje, já existem diversos sistemas que ajudam a emitir e organizar esses documentos. Cabe a você escolher a melhor plataforma para sua empresa com base nas soluções e recursos apresentados. Esse tipo de nota deve ser emitida toda vez que houver a movimentação de produtos palpáveis, sendo utilizada para vendas ou devolução de mercadorias.

CT-e

O Conhecimento de Transporte Eletrônico é como a NF-e, um documento totalmente digital voltado para a fiscalização do transporte de cargas. O CT-e surgiu das mesmas necessidades da nota fiscal eletrônica: redução de custos e praticidade.

Esse documento fornece uma garantia ao contratante de que o produto vendido chegará em segurança ao destinatário, pois estabelece critérios necessários para uma viagem segura e dentro da lei.

NFS-e

A NFS-e (Nota Fiscal de Serviço Eletrônica) é a conhecida Ordem de Serviço. Por meio desse documento é feita a confirmação de que um serviço prestado a um cliente está dentro da lei e fornece uma garantia ao contratante. Além disso, é com a emissão desse documento que a receita federal consegue atribuir tributos ao trabalho. A Nota Fiscal de Serviços Eletrônica muda de acordo com a legislação aplicada em cada município e deve estar sempre atualizado, levando em consideração que é um documento inteiramente digital.

NFC-e

A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica é um documento parecido com a NF-e, porém foi desenvolvido especificamente para o varejo e substitui o cupom fiscal. Muito importante para o varejo, a NFC-e traz inúmeras vantagens tais como segurança, disponibilidade tanto para os varejos quanto para o consumidor e envio em tempo real à Secretaria da Fazenda.

MDF-e

O Manifesto de Documentação Eletrônica é um documento obrigatório para empresas que realizam transportes de cargas e ajuda a padronizar e formalizar a documentação necessária e exigida em postos de fiscalização, evitando longas paradas pelos caminhões. É preciso estar atento à legislação e às alterações que podem ocorrer, por isso a importância de um sistema de soluções para gestão de documentos eletrônicos. Geralmente, quem emite o MDF-e é o destinatário, ou seja, quem recebe o documento fiscal oriundo da compra ou contratação de serviço.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo