Porto AlegreRS

Exposição O Poder da Multiplicação abre no MARGS

No dia 11 de setembro, terça-feira, às 19h, será inaugurada a exposição O Poder da Multiplicação, no MARGS – Museu de Arte do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre/RS. A mostra apresenta mais de 80 obras, entre gravuras, vídeos, instalaçõesstreet art, fotografias e obras em 3D e realidade aumentada, de 14 artistas contemporâneos brasileiros e alemães – como Carlos VergaraHanna HennenkemperHelena KanaanOttjörg A.C., Regina SilveiraVera Chaves BarcellosThomas Kilpper e Xadalu. A exposição fica em cartaz até o dia 11 de novembro, com entrada franca.

Na programação de abertura estão previstas diversas atividades com entrada franca, como a apresentação do grupo de canto e dança Nhamandu – integrado por 20 crianças da aldeia indígena Pindó Mirim, de Viamão. O artista Xadalu vai criar serigrafias durante o evento, que serão distribuídas ao público. A artista Helena Kanaan apresentará a performance Ritidomas, que explora suas obras vestíveis de látex e terá a participação dos performers Augustē, Bela Leindecker, Maria Galant e Sandro Aliprandini.

No dia seguinte, 12 de setembro, a programação começa às 10h, com uma visita mediada pelo curador da exposição e diretor do Kunsthalle Düsseldorf, Gregor Jansen. Às 11h, o artista alemão Ottjörg A.C. e o programa Educativo do MARGS promovem uma visita mediada a obras da intervenção Marca Urbana, na Praça da Alfândega. À noite, 19h30, será realizado um bate-papo no Goethe-Institut, com Gregor Jansen e os consultores curatoriais Paulo Gomes e Francisco Dalcol. Na ocasião, Xadalu dará início à sua intervenção no muro do Goethe-Institut. Confira os detalhes de toda a programação no serviço abaixo.

Trinta anos após o surgimento dos meios digitais – que tornaram naturais o acesso à informação e à reprodução (Copy & Paste) -, as questões a respeito da arte reprodutível em larga escala voltam a ser discutidas. Segundo o curador Gregor Jansen, reproduções, tiragens múltiplas ou cópias são instrumentos de comunicação contra o conceito autoritário de originalidade. Elas servem à propagação em massa, inclusive de propaganda dos mais variados matizes. A base para essa discussão tem suas raízes no século XV, quando surgiram as primeiras problematizações a respeito do original e as suas reproduções, e quando a tipografia, a xilogravura e a gravura produziram cópias pela primeira vez. Os 14 artistas contemporâneos do Rio Grande do Sul e da Alemanha presentes na mostra refletem sobre o que isso significa para a arte e qual o seu papel social na era digital, e lidam com essas questões de maneiras muito diversas.

A exposição traz, ainda, uma sessão especial, intitulada O jornal como obra de arte. São edições especiais dos jornais diários alemães Süddeutsche Zeitung, Frankfurter Allgemeine Zeitung e Die Welt, criadas por artistas como Anselm KieferJenny HolzerSigmar PolkeGerhard RichterGeorg Baselitz.

Em 2019, a mostra será apresentada no Leipziger Baumwollspinnerei, em Leipzig/Alemanha, onde permanecerá em cartaz de 28 de fevereiro a 24 de março. A exposição faz parte de um amplo projeto desenvolvido pelo Goethe-Institut Porto Alegre no campo da arte impressa, que inclui websitecatálogovideogame e uma série atividades paralelas, como debates e visitas mediadas.

Saiba mais sobre o projeto

O projeto O Poder da Multiplicação – Arte reprodutível na América do Sul e na Alemanha: do pré-digital ao pós-digital ou da gravura, passando pelo xerox, até o 3D é uma contribuição artístico-teórica à reflexão sobre a questão da reprodução hoje em dia.

Além da exposição que será realizada no Brasil e na Alemanha, o projeto conta com um websiteatividades paralelas (como visitas guiadas e debates), catálogo e um videogame, desenvolvido por um grupo de pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

O site www.aura-remastered.art oferece a possibilidade de um aprofundamento no assunto e na análise das obras exibidas por meio de ensaios, entrevistas, fotos, vídeos, biografias dos artistas e calendários de atividades. Os ensaios são escritos por especialistas no tema: os textos de Paulo Gomes e Andreas Schalhorn tratam da importância da gravura no Rio Grande do Sul e na Alemanha, enquanto Francisco Dalcol Marcio Seligmann reiteram a importância do famoso ensaio de Walter Benjamin sobre a reprodutibilidade técnica na arte nos dias de hoje.

Aberto ao diálogo interativo com a exposição, o jogo Aura Remastered – cujo lançamento está previsto para o dia 16 de outubro – coloca em discussão a importância da cópia como forma de acesso à cultura e à arte em nosso cotidiano. Ele permite, também, por via da simulação e da metáfora, a experimentação das diferentes técnicas de reprodução em gravura ou arte impressa e o modo como afetam a cultura e a sociedade. O jogo foi criado por uma equipe coordenada pela professora do Instituto de Artes da UFRGS, Paula Mastroberti.

Antes da exposição no MARGS, foram realizadas exposições e oficinas, além de um concurso nacional de arte impressa e a criação de uma rede sul-americana de ateliês de gravura. O projeto é realizado pelo Goethe-Institut Porto Alegre com a colaboração de parceiros locais e da Europa, como MARGS – Museu de Arte do Rio Grande do SulUFRGS -Instituto de ArtesPinacoteca Barão de Santo ÂngeloMuseu do TrabalhoAssociação Cultural Vila Flores e Leipziger Baumwollspinnerei.

  • Conselheiros: Paulo Gomes, Francisco Dalcol, Andreas Schalhorn
  • Produção: Goethe-Institut Porto Alegre

Serviço

Exposição O Poder da Multiplicação

Artistas: CARLOS VERGARA, Brasil | FLAVYA MUTRAN, Brasil | HANNA HENNENKEMPER, Alemanha |  HELENA KANAAN, Brasil | HÉLIO FERVENZA, Brasil | MARCELO CHARDOSIM, Brasil | OLAF HOLZAPFEL, Alemanha | OTTJÖRG A.C. , Alemanha | RAFAEL PAGATINI, Brasil | REGINA SILVEIRA, Brasil | VERA CHAVES BARCELLOS, Brasil | THOMAS KILPPER, Alemanha | TIM BERRESHEIM, Alemanha | XADALU, Brasil | O jornal como obra de arte: edições especiais jornais diários alemães Süddeutsche Zeitung, Frankfurter Allgemeine Zeitung e Die Welt, criadas por artistas como Anselm Kiefer, Jenny Holzer, Sigmar Polke, Gerhard Richter, Georg Baselitz.

  • Curador: Gregor Jansen, Alemanha
  • Período de exibição: de 12 de setembro a 11 de novembro de 2018
  • Local: MARGS – Museu de Arte do Rio Grande do Sul
  • Praça da Alfândega, s/n – Centro Histórico, Porto Alegre – RS
  • Visitação: de  terças a domingos, das 10h às 19h
  • Entrada franca | Classificação livre
Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios