Negócios

Três tendências dos viajantes latino-americanos na Rússia

Em junho e julho, tivemos um dos eventos esportivos mais importantes do ano, a Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018. Eventos sazonais dessa magnitude são uma oportunidade para analisarmos a evolução do comportamento dos viajantes latino-americanos, bem como suas necessidades e preferências nos diferentes estágios da viagem.

Dados transacionais da VisaNet analisados ​​pela Visa Consulting & Analytics apontam queno período de 1 junho a 15 julho de 2018, os portadores de cartão Visa da América Latina e Caribe em visita à Rússia responderam por quase 10% dos gastos dos estrangeiros na Rússia nesse período.

Publicidade

O que esses viajantes têm em comum é a busca por uma experiência totalmente positiva, inclusive na hora de pagar. Por exemplo, facilitar o processo da compra da passagem para o portador do cartão, eliminar o atrito quando ele faz compras durante a viagem e oferecer soluções digitais inovadoras, são formas de fortalecer as relações com os consumidores e criar laços duradouros. Durante o período analisado, os portadores de cartão Visa da América Latina e Caribe que estavam na Rússia demonstraram estas três tendências de compra:

  1. O comércio eletrônico cresce em importância e uso entre os viajantes. O grosso das despesas dos turistas latino-americanos na Rússia ficou concentrado em categorias tradicionalmente associadas a viagens, como hospedagem, passagens aéreas e restaurantes. Mas uma coisa mudou.¹ Os dados transacionais mostram que 15% das compras realizadas pelos portadores de cartão Visa da América Latina durante sua visita à Rússia foram no canal comércio eletrônico (ou e-commerce). Isso enfatiza o crescimento e a importância do comércio eletrônico entre os portadores de cartão da América Latina, que estão recorrendo a esse canal de compra durante a viagem e não apenas na etapa preparatória (compra de passagens, reservas, etc.).
  1. A realização de eventos esportivos em diversas cidades aumenta os gastos em diferentes destinos turísticos. Em 2017, os turistas latino-americanos que visitaram a Rússia passaram a maior parte do tempo em cidades como Moscou e São Petersburgo. Este ano, o aumento dos gastos se refletiu em outras cidades, incluindo Sochi, Ecaterimburgo e Rostov, onde os portadores de cartão Visa da América Latina gastaram, em média, 15 vezes mais do que no ano anterior.
  1. O uso de dinheiro durante a viagem diminuiu no último ano. Comparando as informações da VisaNet relativas aos meses de junho e julho de 2017 com as do mesmo período em 2018, pudemos observar que o portador de cartão Visa da América Latina em visita à Rússia sacou dinheiro menos vezes. No geral, os pagamentos em dinheiro dos portadores de cartão Visa caíram 5,19%. Essa tendência enfatiza o quanto é prático para o viajante dispor de outros métodos de pagamento, e o valor que isso agrega para os estabelecimentos comerciais aptos a aceitá-los.

Ao compreenderem as tendências e as preferências do consumidor durante a viagem, comércios e instituições financeiras conseguem habilitar funções e desenvolver capacidades para agregar valor para os consumidores e lhes proporcionar uma experiência de pagamento melhor. É por isso que, na Visa, buscamos oferecer meios de pagamento seguros e eficientes que enriqueçam a experiência do portador de cartão e permitam que ele pague com confiança e praticidade. Isso inclui, por exemplo, dispor de sistemas e processos para reduzir a não aprovação de transações legítimas.

¹ Com base na comparação de dados transacionais da VisaNet relativos ao período de 1 de junho a 15 de julho de 2018 e os dados transacionais da VisaNet relativos ao período de 1 de junho a 31 de julho de 2017.

Publicidade

Javier Vazquez, vice-presidente da Visa Consulting & Analytics para a América Latina e o Caribe

Etiquetas
Publicidade
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios