Saúde

Dieta x Reeducação Alimentar

*Gabriella Gachet

Quando pensamos em dieta, o que logo nos vem à cabeça é o sacrifício e a restrição de calorias. Mas, e se o processo de emagrecimento não precisar de tantos obstáculos?

O que realmente importa

Calorias são a energia desprendida dos alimentos ao digeri-los. Essa energia é utilizada pelas nossas células para que executem suas funções, ou seja, precisamos nos alimentar para sobreviver. Mas, quando utilizamos apenas a contagem de calorias em uma dieta – quando você só se preocupa com a quantidade de calorias que consome e não com a qualidade da sua alimentação – o resultado pode não ser o esperado.

O melhor caminho

A principal diferença entre as dietas e a reeducação alimentar é que quando “fazemos dieta”, esperamos um resultado rápido, a curto prazo. Isso normalmente é associado à restrição de calorias. Já com a reeducação alimentar, o objetivo é mudar e manter um estilo de vida mais saudável. E, como o ideal é alimentar-se conscientemente, sem dúvida essa é a melhor escolha que você poderia fazer.

Consciência alimentar

É importante mudar toda a forma como vemos – e comemos – os alimentos. Ter consciência alimentar é saber apreciar cores, sabores, texturas e aromas, entender os sinais de fome e saciedade que o corpo nos dá, descobrir que o momento das refeições é também um momento reservado para o seu bem-estar.

Quando fazemos escolhas conscientes e apreciamos o momento, nosso organismo aproveita melhor os nutrientes e nos envia sinais mais claros de que estamos satisfeitos. E, ao construirmos uma relação positiva e saudável com a comida, esse hábito dura para sempre. Se você comer o que gosta e fizer escolhas inteligentes, o sucesso na balança aparece. E ele se reflete também no bem-estar, na sensação de ter alcançado um objetivo e no aumento da disposição. Você só terá vitórias a comemorar.

*Nutricionista do Vigilantes do Peso