ATUALDestaqueNegócios

Stihl inaugura novo prédio de Pesquisa e Desenvolvimento em São Leopoldo

O governador José Ivo Sartori participou da cerimônia de inauguração do novo prédio de Pesquisa e Desenvolvimento da Stihl, na fábrica de São Leopoldo na tarde desta segunda-feira (5). O valor do empreendimento é de R$ 38,5 milhões e faz parte do pacote de investimentos da empresa no montante de R$ 500 milhões a serem aplicados na planta industrial até 2023.

No ano em que completa 45 anos de atividades no país, exportando ferramentas motorizadas portáteis para 70 países, a empresa reforça a destinação de recursos para as áreas de inovação, pesquisa e expansão de linhas de produção e automação. Neste ano, a Stihl alcançou faturamento de R$ 1,5 bilhão e, para o segundo semestre de 2019, está programada a construção de outra unidade fabril de construção de motores.

Na presença de mais de 300 colaboradores da Stihl, autoridades, representantes empresariais e de executivos da área internacional da empresa, o governador Sartori destacou a acolhida do povo gaúcho após o anúncio da unidade de Pesquisa e Desenvolvimento, ainda em 6 de novembro de 2017. “Este novo empreendimento simboliza a confirmação da Stihl em acreditar em um ambiente promissor de negócios, dentro dos conceitos de eficiência e sustentabilidade”. Disse ainda que “aqui está mais um exemplo do Rio Grande que dá certo, orgulho dos gaúchos e acima das diferenças”.

stihl predio - Stihl inaugura novo prédio de Pesquisa e Desenvolvimento em São Leopoldo

A unidade inaugurada, com três andares, servirá de modelo para testar e desenvolver produtos para todo o grupo Stihl dentro dos padrões internacionais. Para o presidente da Stihl Brasil, Cláudio Guenther, os investimentos na unidade gaúcha representam a credibilidade e o potencial que a matriz alemã busca na expansão do grupo a partir do Rio Grande do Sul. Até 2026 a estimativa do grupo é lançar no mercado mundial mais de 50 novos produtos a combustão e mais de 190 a bateria.

“O novo centro de desenvolvimento é um passo importante para a Stihl no rumo do desenvolvimento e know-how de produtos. Esta expansão foi conquistada pela subsidiária brasileira mediante a confiança da matriz na nossa capacidade de testar e desenvolver produtos para todo o grupo”, explicou Guenther.

Artigos relacionados