ATUALDestaqueRS

Atletismo feminino garante medalhas gaúchas nos Jogos Universitários Brasileiros

No primeiro dia de competição dos Jogos Universitários Brasileiros de 2018 (Jubs), já saiu o primeiro ouro gaúcho. Jocasta Oliboni, aluna da Universidade de Passo Fundo (UPF), terminou em primeiro nos 10.000 metros. Pouco antes, Hélen Spadari, da Universidade de Caxias do Sul (UCS), levou a prata nos 3.000 metros com obstáculos. A delegação gaúcha tem 40 atletas e viaja com recursos da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sedactel) e organização da Federação Universitária Gaúcha de Esportes (Fuge). A competição, uma realização da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), segue até sábado (10), em Maringá, no Paraná. Jocasta (30), que cursa Fisioterapia, treina corrida de fundo desde os 15 anos, depois de passar por diversos esportes. “Agora, com o fim do calendário de competições universitárias, vou me dedicar às maratonas e meias maratonas”, garante, reforçando que é necessário dedicação e foco para os resultados aparecerem no esporte.

07133829 1562371 GD 351x468 - Atletismo feminino garante medalhas gaúchas nos Jogos Universitários Brasileiros
Hélen Spadari conquistou a prata nos 3.000 metros com obstáculos

Já Hélen (21), que também competiu nos 10.000 metros, está no esporte influenciada pela família. A primeira competição foi aos seis anos, mas começou a treinar sério somente aos dez. Para a estudante de Educação Física, ser atleta ainda é um sonho que divide entre os estudos e o trabalho com a família na agricultura familiar. “Estou buscando apoio, ainda acho que educação e esporte são as formas de melhorarmos nosso país”, finaliza.

Durante essa terça ainda competiram no atletismo: Caroline Guerra (Ufrgs), nos 100 metros rasos e nos 400 metros; Thainá Vargas (Ufrgs), nos 100 metros rasos; Nathália de Souza (Ufrgs), nos 400 metros; André de Souza (Ufrgs), nos 100 metros rasos; Eduardo Gauze (Furg), no lançamento de disco; Guilherme Kurtz (Ufrgs), nos 400 metros; Leonardo Penha (Ufrgs), no salto triplo; e Vinícius da Silva (Fasurgs), no 10.000 metros. No vôlei de praia, a dupla da Ufrgs, Victória Strehl e Caroline Goerl, entraram em quadra durante a tarde.

Nesta quarta, seguem as competições de atletismo, onde o Rio Grande do Sul mantém chances de medalhas. O início das provas de natação e de judô ampliam as possibilidades do estado, que tem alunos nas modalidades de atletismo, natação e judô, nos naipes masculino e feminino; assim como vôlei de praia feminino e natação paralímpica masculino. São 13 universidades participando dos jogos: Unisc, UPF, UFSM, Ufrgs, UCS, Ulbra, Feevale, Fasurgs, Furg, Sogipa, Unilasalle, Ufpel e Unipampa.

Os Jogos

Na fase final do Jubs 2018, serão disputadas 15 modalidades, entre individuais e coletivas. Entre elas, estão as tradicionais provas de atletismo, atletismo paradesportivo, basquete, ciclismo, futsal, handebol, judô, natação, natação paradesportiva, vôlei e vôlei de praia, além dos jogos eletrônicos Fifa 2018, League of Legends e do Jubs Acadêmico. A novidade esse ano é a inclusão do skate como modalidade, uma vez que o esporte entrou no programa olímpico e será disputado já em Tokyo 2020.

Além de valer título nacional, o Jubs fase final também serve como seletiva para os Jogos Universitários Sul-Americanos e para a Universíade, considerada a maior competição universitária do planeta. Bernardinho, Daiane dos Santos, Sarah Menezes, Joanna Maranhão, Alison Cerutti, Bruno Schmidt, Arthur Zanetti, Arthur Nory, Daniele Hypólito e Hugo Parisi são alguns exemplos de atletas renomados que passaram pelo esporte universitário e representaram o país na Universíade.