ATUALDestaqueRS

Cinemateca Capitólio inicia programação de 2019

A programação de estreia da Cinemateca Capitólio Petrobras (rua Demétrio Ribeiro, 1085, Centro Histórico) apresenta quatro destaques na primeira semana de exibição de 2019. “Yara”, novo filme do cineasta  iraquiano Abbas Fahdel, exibido na competição principal do Festival de Locarno do último ano, entra em cartaz nesta quinta-feira, 10. Duas obras produzidas no Rio Grande do Sul, “Rasga Coração”, de Jorge Furtado, e “Tinta Bruta”, de Filipe Matzembacher e Márcio Reolon, ganham sessões também a partir desta quinta, 10.

No domingo, 13, às 20h, ocorre uma sessão de pré-estreia de “Asako I & II”, de Ryusuke Hamaguchi, um dos grandes destaques do cinema japonês contemporâneo, concorrente à Palma de Ouro em Cannes em 2018. O valor do ingresso é R$ 16, com meia-entrada para estudantes e idosos.

Integrante do projeto Sessão Vitrine Petrobras, o filme “Tinta Bruta” tem valor promocional de R$ 10 , com meia-entrada para estudantes e idosos.

Filmes
Yara
Líbano/Iraque/França, 2018, DCP, 101 minutos
Direção: Abbas Fahdel
Distribuição: Zeta Filmes
A jovem Yara mora com a avó em uma fazenda em um vale isolado, ao norte do Líbano. A maioria dos antigos habitantes da vila já se mudou ou faleceu. Um dia, Yara conhece Elias, um jovem caminhante, meio perdido, que passa pela fazenda. Entre dias lindos e quentes, cuidando das cabras, alimentando as galinhas, lavando roupa, tomando sol, Yara descobre um amor de verão.

Rasga Coração 
Brasil, 2018, 115 minutos, DCP
Direção: Jorge Furtado
Distribuição: Sony
Custódio Manhães é um funcionário público de meia idade que continua pensando como o militante político que foi na juventude, quando era conhecido como ‘Manguari Pistolão’. Mas é confrontado por seu filho Luca, que o acusa de conservador. Sem dinheiro para fechar o mês, e sofrendo as dores de uma artrite crônica, Custódio passa em revista seu passado, e se vê repetindo as mesmas atitudes de seu pai.

Tinta Bruta
Brasil, 2018, 118 minutos, DCP
Direção: Filipe Matzembacher e Márcio Reolon
Distribuição: Vitrine Filmes
Enquanto responde a um processo criminal, Pedro é forçado a lidar com a mudança da irmã para o outro lado do país. Sozinho no escuro do seu quarto, ele dança coberto de tinta neon, enquanto milhares de estranhos o assistem pela webcam.

Asako I & II
Japão/França, 2018, DCP, 117 minutos
Direção: Ryusuke Hamaguchi
Distribuição: Zeta Filmes
Asako e Baku vivem um romance intenso e avassalador, porém, certo dia, o temperamental Baku desaparece. Dois anos mais tarde, depois de se mudar de Osaka para Tóquio, Asako encontra o duplo perfeito de Baku. Ryusuke Hamaguchi, que já havia atraído atenção em 2015, com um filme de mais de cinco horas intitulado Happy Hour, retorna com esta obra, baseada em um livro da escritora Tomoka Shibasaki, para traçar a trajetória de um amor, ou, para ser exato, dois amores, encontrados, perdidos, deslocados e recuperados.

Programação

8 a 16 de janeiro de 2019

8 de janeiro (terça)
14h – O Sol por Testemunha
16h – Crônica de Anna Magdalena Bach
18h – Harakiri
20h30 – Tempos Modernos

9 de janeiro (quarta)
14h – Paixão dos Fortes
16h – Madre Joana dos Anjos
18h – A Roda da Fortuna
20h – The Rocky Horror Picture Show

10 de janeiro (quinta)
14h – Tempos Modernos
16h – O Terror das Mulheres
18h – Tinta Bruta
20h – Yara (estreia)

11 de janeiro (sexta)
14h – The Rocky Horror Picture Show
16h – Yara
18h –  Rasga Coração
20h – Projeto Raros (Duvidha, de Mani Kaul)

12 de janeiro (sábado)
14h – Crônica de Anna Magdalena Bach
16h – A Roda da Fortuna
18h – Tinta Bruta
20h – Yara (estreia)

13 de janeiro (domingo)
14h – Celine e Julie Vão de Barco
18h – Rasga Coração
20h – Asako I & II (pré-estreia)

15 de janeiro (terça)
14h – Rasga Coração

16h – Yara (estreia)
19h – Sessão ACCIRS: O Desprezo e debate

16 de janeiro (quarta)
14h – Harakiri
16h30 – Yara (estreia)
19h30 – Temporada e debate

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios