DestaqueGeralRS

RS em alerta para os riscos da onda de calor

A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul (SES), por meio do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), alerta os profissionais da área médica e a população sobre os riscos da onda de calor. A ocorrência de períodos com temperaturas muito elevadas, inclusive durante a noite, pode causar problemas de saúde, especialmente em pessoas em condições mais vulneráveis, como idosos, crianças e doentes crônicos.

As recomendações são dirigidas à população em geral, cuidadores, familiares de idosos e profissionais de saúde que atendam à população idosa (em hospitais, clínicas, casas de repouso e instituições de longa permanência), assim como pais, responsáveis, cuidadores e profissionais que atendam crianças (creches, escolas).

É importante nesse período de forte calor que a pessoa se proteja evitando a exposição ao sol, principalmente das 10h às 16h. Deve-se sempre aplicar protetor solar. O uso de chapéu e óculos escuros (especialmente para pessoas de pele clara), e roupas soltas (de preferência de algodão) também ajudam.

Outro cuidado significativo é com a hidratação e alimentação, devendo haver um maior consumo de água (ou sucos de frutas naturais, sem adição de açúcar), mesmo sem ter sede, além de refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes. “Recém-nascidos, crianças, idosos e pessoas doentes não sentem tanta sede ou indicam que estão com sede, podendo levar a desidratação. Por isso deve-se oferecer a elas água ou suco seguidamente”, ressalta a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Cevs, Tani Ranieri.

bebagu - RS em alerta para os riscos da onda de calor

Principais impactos sobre a saúde

Uma das consequências do calor sobre o corpo humano é o que se chama de stress térmico, que pode resultar em temperatura corporal acima de 40° C, perda completa ou parcial de consciência e/ou capacidade mental reduzida. O quadro clássico é acompanhado de pouca ou nenhuma transpiração, geralmente ocorrendo em crianças, pessoas com doenças crônicas e idosos. Já a exaustão pelo calor é causada pela perda excessiva de água e sal. Os sintomas podem incluir a transpiração, fraqueza, tonturas, náuseas, dor de cabeça, câimbras musculares e diarreia. A perda de água, através do suor, e a diminuição da pressão do sangue devido ao acúmulo de sangue nas pernas podem gerar ainda desmaios (ou síncopes).

Etiquetas
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios