RSVariedades

Diretor da Casa de Cultura Mario Quintana conquista prêmio especial por gestão

O diretor da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), Jessé Oliveira, conquistou o prêmio especial Gestão no 9º Prêmio Olhares da Cena – Teatro Gaúcho e Nacional, do Blog Olhares da Cena. Segundo o responsável pelo blog, Diego Ferreira, a premiação é uma homenagem aos trabalhadores cênicos do Estado e do Brasil. Jessé foi destaque por sua atuação à frente da Casa de Cultura.

Conforme o diretor, a ideia do trabalho desenvolvido foi de resgatar o papel de protagonismo da instituição junto à população gaúcha. “A Casa de Cultura Mario Quintana é um dos espaços mais queridos entre os gaúchos e local de visita obrigatória para quem vem a Porto Alegre”, comenta. Para Jessé, o prêmio é um reconhecimento desse esforço. “Mesmo sem oferecer prêmios materiais, o blog é muito reconhecido pela categoria de teatro, dança e circo gaúchos”.

“Aqui não tem entrega de troféu, nem tampouco prêmios em dinheiro, apenas uma lembrança aos que se destacaram segundo a opinião do autor do blog. Foram 28 espetáculos participantes e, para a próxima edição, pretendemos realizar uma cerimônia presencial”, explica Ferreira. O responsável pela premiação é graduado em Teatro pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) e diretor do Grupo Válvula de Escape. Também foi integrante da Comissão Julgadora do Prêmio Açorianos de Teatro – Revelação nas edições 2013 e 2018; e Avaliador Crítico do Festival de Montenegro em 2011 e 2013.

Ferreira entende que o Brasil vive tempos sombrios, sobretudo, na arte, e o reflexo disto é a escassez de espaço para a produção e apresentação de espetáculos cênicos. “E por aqui não é diferente, mas a resistência é o que tem movido os trabalhadores da arte”, comemora.

Sobre Jessé Oliveira

É diretor da CCMQ desde 2016. Formado em Direção Teatral, com especialização em Teatro Contemporâneo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), é mestrando em Artes Cênicas pela mesma universidade. É autor do livro “Memória do Teatro de Rua em Porto Alegre” e tem apresentado seus trabalhos no Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, Venezuela e Cuba. Dirigiu “Das Pferd Des Heiligen – O Cavalo de Santo” para a companhia estatal alemã “Theater Krefeld und Mönchengladbach”.

Na CCMQ desenvolveu, em 2017 e 2018, projetos especiais com entrada gratuita para o público como “Teatro de Rua na Travessa”, “Cirquintana”, “A Casa Dança”, “Periferia na Casa”, “Universidade na Casa”, “Audições Comentadas”, “Seminários Produtivos”, além de outros que já estavam em andamento como “Quindim do Quintana”, “Acalanto” e “Música no Jardim”.

Artigos relacionados