RS

Santa Cruz do Sul forma 30 novos produtores culturais

Depois da criação da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), em janeiro de 2019, uma antiga reivindicação do segmento cultural de Santa Cruz do Sul virou realidade. A área ganhou projeção com a expectativa de que, a partir de agora, 30 novos profissionais estão aptos a elaborar e apresentar projetos nos padrões definidos pelas leis de incentivo, tanto no âmbito municipal, bem como estadual e federal.

Este investimento do Município é fruto de uma parceria entre a secretaria, o Senac e o Sesc. Em uma cerimônia realizada na sede do Senac Santa Cruz, receberam certificados de conclusão os alunos do curso A cultura do projeto: do pensar ao realizar. Participaram do módulo, servidores do município, vinculados à Secult, representantes das 11 setoriais que integram o Conselho Municipal de Cultura (CMC) e profissionais da sociedade civil.

Publicidade

A partir de agora, esses novos produtores culturais estão habilitados a conduzir todas as etapas que um projeto requer, desde a sua elaboração, definição de orçamento, cronograma de trabalho, captação de recursos e prestação de contas. “Estabelecemos um marco zero na cultura de Santa Cruz, uma vez que contemplamos uma demanda histórica, com uma capacitação inédita, que irá proporcionar que esses novos produtores culturais tragam propostas de excelência através de projetos bem elaborados, visando consolidar ações culturais voltadas à comunidade”, disse o secretário municipal de Cultura, Edemilson Severo, ao falar aos formandos durante a cerimônia.

Já a diretora do Senac Santa Cruz, Daniela Laner, ao se pronunciar, definiu o momento como especial e disse que a parceria com a Prefeitura é sempre muito promissora. “Essa parceria com o Município para a realização deste projeto foi algo diferenciado porque nos possibilitou aliar cultura e educação, dois agentes de transformação”, destacou.

Durante o ato, os certificados foram entregues pelo secretário, pela diretora do Senac, docentes Éverton Kniphoff, Vilsa Corrêa e Vinícius Corrêa, e pelas avaliadoras convidadas, a gerente de Assuntos Corporativos da Universal Leaf Tabacos, Nelsa Lau, e a fotógrafa Dulce Helfer. Após a entrega foi divulgado o projeto cultural de referência, melhor avaliado pela banca julgadora dentre os cinco apresentados, e que serviu como trabalho de conclusão do módulo para os alunos. O grupo destacado ganhou uma viagem cultural a Porto Alegre, ofertada pelo Sesc, e um curso de formação no Senac de vendas de alto desempenho.

Publicidade

As aulas do curso A cultura do projeto: do pensar ao realizar ocorreram nos meses de maio e junho, totalizando 36 horas de teoria e prática. O conteúdo abordou cultura e mercado atual, elaboração de projetos, legislação e redação oficial, literária e de roteiros.

Pela procura e ineditismo do curso, criado pelo secretário Edemilson Severo e personalizado com base nas demandas apontadas pelo meio cultural de Santa Cruz, já está em estudo a reedição do módulo, que de acordo com a Secult poderá ocorrer nos últimos meses deste segundo semestre.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar