DestaqueNegóciosVariedades

Empresários do setor hoteleiro estão otimistas, aponta pesquisa do MTur

Percepção dos hoteleiros sobre aumento ou manutenção dos empregados também melhorou, segundo levantamento do Ministério do Turismo

Intenção de investir em estabelecimentos no segundo semestre é 21,1% superior à registrada no mesmo período do ano passado — Uma pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo com empresários de hotéis do país revela confiança quando o assunto é investir e criar empregos no setor. Isso porque dois em cada três deles (65,9%) planejam melhorias em seus estabelecimentos no segundo semestre de 2019. A intenção é 21,1% maior do que a verificada quanto ao mesmo período do ano passado, quando 54,4% se posicionaram positivamente.

A perspectiva também é positiva para a contratação de profissionais: 22,7% dos empreendedores afirmam que pretendem empregar novos funcionários até o final do ano, já que 39,8% deles acreditam que haverá aumento na demanda por serviços ofertados. Além disso, o estudo aponta que 42,8% dos empresários esperam alta de faturamento dos negócios no período.

Publicidade

Em agenda na Rússia, durante a 23ª Assembleia Geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, comemorou os indicadores que demonstram otimismo do setor hoteleiro em investir no turismo brasileiro, principalmente com a geração de emprego ao país. O titular da Pasta reforçou ainda a importância de pesquisas como essa para mensurar os resultados das políticas públicas que vem sendo desenvolvidas nestes oito meses de gestão.

“O segmento de hospedagem é de extrema relevância para o turismo e, por isso, funciona como um termômetro para medir o desempenho do setor como um todo. Os resultados demonstram uma perspectiva otimista para os meses seguintes e fundamental aos próximos passos. Sinal de que estamos no caminho certo. O aumento da geração de empregos no turismo já é realidade comprovada. O turismo no centro da agenda econômica proporciona isso”, ressaltou o ministro.

Esta é a segunda etapa da Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil, promovida pela Diretoria de Estudos Econômicos e Pesquisas do MTur. São consultadas empresas de hospedagem de todos os portes, entre hotéis, pousadas, resorts e acampamentos turísticos. O objetivo é apurar as perspectivas quanto ao desempenho dos estabelecimentos e dos destinos onde eles se localizam.

Publicidade

A pesquisa foi realizada pela Subsecretaria de Inovação e Gestão do Conhecimento do Ministério do Turismo por meio de questionário eletrônico. Ao todo, 1.173 empresários do setor hoteleiro, de todas as Unidades Federativas do Brasil, responderam às perguntas em todo o mês de Julho de 2019. Foram questionadas informações econômicas tanto do estabelecimento quanto do destino, referente ao 2º trimestre de 2019 comparado ao mesmo período de 2018, além das perspectivas para os próximos seis meses. A pesquisa teve apoio das secretarias e órgãos estaduais de Turismo e entidades representativas do ramo hoteleiro. Clique aqui para conferir o estudo na íntegra.

HOTELARIA EM ALTA – Recentemente, dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (ABIH-BA) revelaram que Salvador (BA) teve em agosto o melhor índice de ocupação hoteleira dos últimos 8 anos, com 62,29% dos quartos reservados por visitantes. Outro dado positivo do turismo vem do Ceará: no primeiro semestre deste ano, o estado, cenário de um dos mais belos litorais do país, recebeu 129,4 mil turistas estrangeiros, um crescimento de 99% na comparação com o mesmo período de 2018.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar