DestaqueSerra Gaúcha

Nova cidade irmã de Farroupilha é portuguesa

Assinatura da Geminação com Cadaval, cidade de Portugal, será dia 20 de setembro, no Festival do Moscatel

Neste ano o Gemellaggio com a cidade de Latina, na Itália completou 10 anos, nos quais trouxe muitos benefícios para Farroupilha, como a oportunidade de aprendizado de cinco jovens em 2018.

Para ampliar o contato com as tendências do velho mundo, agora Farroupilha fecha uma nova parceria, desta vez com Portugal.

Publicidade

A Geminação, como é chamado o acordo na terra dos desbravadores, será com a cidade de Cadaval.

Na última terça-feira, o projeto para o convênio de intercâmbio foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores, após a explanação do secretário de Turismo, Francis Casali. A assinatura do termo será no dia 20 de setembro, durante o Festival do Moscatel, quando o Executivo Municipal recebe a visita do prefeito, da primeira-dama e do presidente do Legislativo português.

Assim como Farroupilha, a cidade de Cadaval é conhecida por conta da excelência na produção de espumantes e vinhos de grande qualidade, devido ao “terroir” da região, aliado ao conceito aplicado na criação de vinhos.

Publicidade

A ideia de firmar a parceria e iniciar o processo de Geminação surgiu no mês de abril deste ano, quando o secretário de Turismo, Francis Casali esteve em Portugal, apresentando os vinhos e produtos de Farroupilha.

Conforme o secretário, o convênio visa a troca de informações, conhecimento e formação de parcerias entre os municípios destes dois países, além de oferecer a jovens estudantes aprendizado sobre a produção de vinho, enoturismo e gastronomia. “A relação interinstitucional é importante para compartilhar culturas e experiências. Este acordo aprofunda os laços de amizade entre Brasil e Portugal e possibilitará intercâmbios em todos os campos. Nesse sentido, nada mais justo do que igualarmo-nos a condição de “irmã” de uma cidade como Cadaval que guarda particularidades e características tão semelhantes”, ressaltou Francis.

Nesse sentido, as motivações para selar o tratado de Geminação entre Farroupilha e Cadaval, dizem respeito às características comuns no mundo dos vinhos, gastronomia e turismo.

Cadaval pode ser considerada uma cidade gêmea a Farroupilha, em razão do seu desenvolvimento na vitivinicultura. A cidade prospera no enoturismo e na produção de vinhos e espumantes. A cidade portuguesa aposta na experiência como festivais, esportes e espaços de lazer associadas ao consumo de vinhos, sucos e espumantes. Estratégia semelhante a que ocorre aqui no município.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar