DestaqueRio Grande do Sul

Sebrae Start está com as inscrições abertas

O Sebrae Start, um programa do Sebrae RS, está com as inscrições abertas até o dia 13/10 para a segunda edição. O programa é desenvolvido em nove semanas. O foco são startups que estão em estágios iniciais ou ideias de negócio com potencial para se tornarem startups. “A trilha foi montada para futuros empreendedores que querem iniciar um negócio e precisam daquele auxílio para encontrar a melhor forma de tirar a ideia do papel, evitando os principais erros iniciais”, comenta a gestora do programa, Jamila Lopes Ferreira.

Publicidade

Além disso, é preciso ter vontade de empreender numa lógica de modelo inovador e escalável. A novidade desta segunda edição é que, a partir do segundo estágio da trilha, os participantes – com as ideias têm potencial para tornarem-se startups – terão acesso a uma tutoria online e por whatsApp, que será feita pela Semente Negócios.

Ao final, as dez melhores ideias serão apresentadas para uma banca de especialistas no Pitch Day. Os três primeiros colocados estarão pré-selecionados para a banca do Startup RS, programa do Sebrae RS voltado para startups, e o primeiro colocado receberá duas mentorias: uma sobre modelagem de negócios e outra sobre investimentos. Não perca tempo. Para saber mais acesse https://start.sebraers.com.br, faça o teste para saber se a sua ideia pode virar uma startup e se inscreva.

Etapas

Na primeira etapa, os empreendedores identificam um problema no mercado, algo que é mal resolvido e que precisa de uma solução. É preciso validar se o problema realmente existe, ou seja, se é uma dor relevante o suficiente para que as pessoas paguem para resolvê-la.

A segunda fase é a modelagem de negócio, em que os empreendedores já conhecem melhor seu público-alvo e entendem como o problema impacta o seu dia a dia. Com essas informações, já é possível pensar em soluções mais assertivas e que se diferenciem dos concorrentes. Ao final, é preciso comprovar que o produto resolve um problema real, que existe um mercado potencial e que é possível ganhar dinheiro com a solução.

A terceira fase é constituída da criação do negócio. É uma etapa importante na transição entre uma organização focada no aprendizado e na execução. Neste estágio, busca-se resolver o problema da forma mais simples possível, comprovando que a solução gera valor para os possíveis clientes. O desafio é fazer as primeiras vendas.

Chegou a hora de mostrar o negócio para uma banca que trará um olhar crítico e poderá dar sugestões para seguir desenvolvendo a startup de forma sustentável. Serão selecionados dez empreendedores que farão uma rápida apresentação no Pitch Day, oportunidade de conseguir potenciais parceiros ou investidores.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.