DestaquePolícia

Operação policial combate a lavagem de dinheiro e jogos de azar em Uruguaiana

Uruguaiana/RS – Na manhã dessa quinta-feira (03), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas (DRACO) deflagrou a Operação Quebrando a Banca, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que praticou o crime de lavagem de dinheiro oriundo, principalmente, da contravenção penal de jogos de azar. No decorrer das investigações foi descoberta outra organização criminosa que atuava no mesmo seguimento.

No curso da investigação que já tem duração de cerca de 1 ano, e que ainda está em andamento, foram apuradas grandes movimentações de dinheiro e de bens móveis e imóveis. Uma parte destes bens foi objeto de restrição judicial por meio de bloqueio de contas dos principais investigados. Também foram bloqueados veículos e imóveis utilizados pelos investigados.

Publicidade

Com base na operação deflagrada, ainda será investigada a participação das organizações em outros crimes.

Até o momento foi apreendido dinheiro em espécie em várias moedas (reais, dólares e peso), além de cheques, telefones, maquinários e utensílios utilizados na prática da contravenção investigada. Aproximadamente 140 policiais civis cumpriram 36 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Uruguaiana (24), Cruz Alta (11) e Barra do Quaraí (01).

Modus Operandi – a organização criminosa em questão locava espaços comerciais que serviam para a prática da contravenção, a qual estava escancarada por vários bairros da cidade e tinha o nome de “central do apostador”. As apostas eram feitas por meio eletrônico e, após, iniciava-se o recolhimento dos valores oriundos das apostas, que eram depositados em contas variadas e com eles eram adquiridos bens móveis e imóveis para os investigados e para pessoas de suas relações.

Publicidade

Por trás da atuação desta organização criminosa podem estar inúmeros crimes, como corrupção e extorsão, além da lavagem de dinheiro já citada. Todos os ilícitos serão investigados pela DRACO-Uruguaiana.

Também está sob investigação outra organização criminosa que pratica o mesmo ilícito com o nome de Estrela da Sorte. A partir das buscas efetuadas nesta data os procedimentos policiais serão embasados.

Segundo o Delegado Ênio Roberto Tassi, “no momento em que se combate, em Uruguaiana e em todo o Estado, outras organizações criminosas denominadas Facções, corrupção institucionalizada e crimes ditos “de colarinho branco” envolvendo políticos e empresas de fachada, é importante que as polícias desenvolvam um combate efetivo à lavagem de dinheiro que pode financiar inúmeros crimes. Operações desta monta visam fortalecer a segurança pública e diminuir o poder de envolvidos em vários crimes que assolam nossa sociedade”.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar