Negócios

Devon: reprodutores registrados valorizam o plantel e garantem lucratividade

A produção de carne de qualidade é uma realidade no Brasil. Depois que o consumidor brasileiro descobriu – e aprovou – as carnes certificadas, a cadeia produtiva do gado de corte trilha um caminho que não tem mais volta: o de qualidade em todas as etapas, “do pasto ao prato”. Um fator determinante nesse processo é a genética dos animais, que perpetua a qualidade no rebanho e gera filhos igualmente superiores.

Preocupada em garantir essa genética, a Associação Brasileira de Criadores de Devon / ABCD está ampliando um trabalho de valorização da raça junto aos criadores de todo o país. O objetivo é esclarecer os pecuaristas sobre a importância e as vantagens de ter reprodutores registrados no rebanho.

Publicidade

Para Simone Bianchini, Presidente da ABCD, o objetivo é o reconhecimento de genética que os criadores vêm trabalhando. “O melhoramento, através de provas de desempenho, vem trazendo, ano após ano, o nascimento de animais conformados e destinados a ter uma melhor conversão alimentar, com maior predominância de marmoreio e de carnes premium”, lembrando que os Investidores, invernadores e confinadores já conhecem a diferença de adquirir touros registrados. “Se investe num primeiro momento, mas os ganhos e os lucros virão ao produzir filhos precoces com maior desempenho na produção de carcaças, com um rendimento maior, na balança”. E faz um alerta: “o barato pode sair caro, na aquisição de animais que não tenham a procedência de genética e nem tenham sido passado pelo crivo de técnicos credenciados pela ABCD”. Os touros Devon Registrados possuem uma tatuagem na orelha contendo o selo da Associação, dando a garantia da genética Devon.

Entre as ações previstas, estão as visitas de técnicos credenciados aos criadores, para explicar in loco a importância e as vantagens de trabalhar com touros de procedência. A principal delas é a produção de terneiros certificados, e, consequentemente, de carne certificada, para os parceiros Frigorífico São João, em Santa Catarina, e Frigorífico Famile, no Rio Grande do Sul.

O Diretor Técnico da ABCD, Lucas Hax, explica que em meio ao avanço tecnológico, são inúmeras as ferramentas de melhoramento genético para a obtenção de animais superiores, tanto na produtividade a campo quanto na qualidade de carne. Segundo o médico veterinário, as principais vantagens de adquirir touros registrados são a garantia de pureza racial e, consequentemente, as qualidades inerentes à raça Devon, como ganho de peso, facilidade de acabamento, habilidade materna, temperamento e qualidade de carne. Além disso, a aquisição de touros registrados permite a utilização de animais avaliados pelo PROMEBO, Programa de Melhoramento de Bovinos de Corte, contendo dados de avaliação genética que possibilitam a escolha de reprodutores melhoradores e que melhor atendem às necessidades do rebanho. “Vamos mostrar aos produtores que a utilização de touros Devon registrados resulta na produção de terneiros mais pesados, melhores mães e novilhos com maior ganho de peso e carcaças superiores. A rentabilidade é garantida”, afirma Hax.

Publicidade

Os touros registrados são importantes porque:

  • geram terneiros padronizados e mais pesados
  • produzem terneiras que no futuro serão ótimas mães
  • resultam em lucratividade na produção de terneiros certificados
  • proporcionam a garantia de enquadramento racial dos produtos no programa Carne Devon Certificada.
  • genética comprovada com dados que valoriza o plantel

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar