Centro RSDestaqueRio Grande do SulSanta Catarina

Santa Cruz do Sul é agraciada no Prêmio Fala, Professor!

Na categoria Anos Finais, a professora Betânia Mahl, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Luiz Schroeder, foi agraciada na noite da última quinta-feira, 12, no Clube Primeiro de Maio, em São Jerônimo, pelo projeto “Expoagro Afubra – Agricultura e Meio Ambiente”. Esse foi um dos quatro projetos premiados, dentre 1360 inscritos no Prêmio Fala, Professor!.

Publicidade

Também foram agraciados professores de Mato Leitão, Santiago e Tupandi, em uma noite de festa, com direito a jantar, show e dança. A premiação contou com R$ 5 mil para cada professor e R$ 10 mil para respectivas escolas que usarão em investimentos internos.

Conforme explicou a professora Betânia, o objetivo do projeto foi o de instigar o aluno a refletir sobre ações concretas para melhoria do meio ambiente, analisando a vida no meio rural, mesmo estando a escola localizada em área urbana. “Os resultados já estão sendo alcançados e a escola usufrui na merenda e nas festividades promovidas pela comunidade, dos produtos plantados e colhidos na horta escolar, sem o uso de agrotóxicos”, disse.

Betânia contou ainda que já houve a construção de uma composteira e que há ações de recolhimento de óleo saturado, de latinhas, de lacres e tampinhas plásticas para doação a ONGs. “Brinquedos também são confeccionados com uso de materiais recicláveis para uso das crianças das séries iniciais”, complementou.

A segunda edição do Prêmio Fala, Professor! mostrou crescimento de 320% nas inscrições, comparado ao número de inscritos em 2018. Este ano, 1.360 projetos de 811 escolas municipais do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina concorreram a premiação promovida pelo empresário Otelio Drebes a projetos educacionais e a professores que fazem a diferença em suas comunidades. . “Esse é o mínimo, o pouquinho que estou fazendo da minha vida, dando minha contribuição para educação”.

Os critérios de avaliação dos projetos abrangeram o envolvimento dos estudantes no projeto, a criatividade, inovação desenvolvimento do espírito de cooperação e civilidade, além de benefícios à comunidade local e impacto social. A comissão avaliadora contou com mais de 140 especialistas em educação.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo