Publicidade
DestaqueRio Grande do Sul

São Lourenço do Sul proíbe o desperdício de água

Devido ao cenário de estiagem e o baixo volume de água na barragem que abastece São Lourenço do Sul, o prefeito Rudinei Härter assinou ontem (24) o decreto 5.315 que proíbe o desperdício em uso não essencial e declara situação de alerta.

Fica proibida a utilização de água fornecida pela Corsan para abastecimento e substituição de água de piscinas, para lavagem de veículos, utilização de lava jatos de uso doméstico, bem como lavagem de calçadas, telhados, e similares. A proibição tem prazo de 30 dias ou até que se restabeleça a normalidade. No caso de descumprimento, o infrator será notificado pelos órgãos municipais, podendo ser aplicadas multas.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar