Serra Gaúcha

Prefeitura de Gramado recorreu contra a decisão que cassou liminar contra a Airbnb

A Procuradoria Jurídica do município vai recorrer da decisão do Tribunal de Justiça do Estado que cassou a liminar obtida por Gramado e que proibia a plataforma de aluguel por temporada de anunciar acomodações no município. “O recurso ao STF foi no sentido de seguir o julgamento do ministro Alexandre de Moraes que entende que ante a pandemia é plenamente justo manter o controle das pessoas que optam pelo aluguel por temporada”, afirma o procurador João Barcellos.

Publicidade

A plataforma de aluguel por temporada Airbnb foi obrigada pela Justiça local a suspender as atividades de anúncio, reserva e locação de acomodações em Gramado até que seja editado pelo prefeito, Fedoca Bertolucci, novo decreto que permita e regulamente as atividades de hospedagem, incluindo a modalidade de locação por temporada.

Mesmo com a cassação da liminar, o aluguel por temporada está suspenso em Gramado por força de decreto municipal que ainda está em vigor.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.