Vale do Sinos

Campo Bom se alinha às restrições da bandeira vermelha

Campo Bom entrou para a bandeira vermelha no modelo de Distanciamento Controlado do Estado, assim como outros 14 municípios da região de Novo Hamburgo. Isso significa que se impõem restrições mais severas porque a capacidade de resposta do serviço de saúde está abaixo do nível de propagação do coronavírus.

De acordo com o prefeito Luciano Orsi, a partir desta terça-feira (23), Campo Bom amplia o número de leitos de UTI específicos para coronavírus de dois para cinco. Ele reforça que no município o empreendedorismo sempre foi muito forte. “Não podemos ficar sem exercer as atividades, mesmo com restrições. Vamos trabalhar para conseguir, dentro dos critérios, manter algumas atividades com controle, como já estávamos fazendo. Enviamos para a Câmara de Vereadores um projeto de lei que prevê multa a quem desrespeitar o isolamento social. Já que não houve a compreensão de parte da comunidade, a partir de agora será multado quem estiver em um grupo com mais de cinco pessoas”, afirma o prefeito. A multa inicial é de 50 Unidades de Referência Municipal (URMs), o equivalente a R$ 205 e, na reincidência, 100 URMs, R$ 410.

Com as medidas mais rigorosas de enfrentamento à Covid-19, somente estabelecimentos que vendem itens essenciais podem permanecer abertos, mantendo 50% dos trabalhadores, enquanto que os demais locais de comércio devem ficar fechados. As aulas devem ser mantidas de forma remota; restaurantes estão proibidos de servir clientes no local, mas podem atender em sistema de telentrega, drive-thru e pegue e leve; no campo da saúde, vital ao enfrentamento da pandemia, os serviços não são afetados.

Serviços de Campo Bom

A Administração Municipal de Campo Bom segue o protocolo indicado pelo governo do Estado no que diz respeito aos serviços oferecidos para a comunidade. Alguns sofrerão mudanças, enquanto outros permanecem sem alteração. A entrega de cestas básicas às famílias carentes e o funcionamento do abrigo para moradores em situação de rua permanecem, porém, com os cuidados sanitários redobrados. A Estação Saúde suspende suas atividades, enquanto que a Feira do Agricultor funciona com 50% dos expositores.

Administração Pública

Redução no teto de operação dos serviços públicos não essenciais, restrito a 25% dos trabalhadores. Serviço de habilitação de condutores com operação restrita a apenas 50% dos trabalhadores. Serviços públicos essenciais, bem como atividades de fiscalização e inspeção sanitária, não têm a operação afetada.

Agropecuária

Produção e serviços relacionados à agricultura, pecuária e produção florestal sofrem redução no teto de operação a 50% dos trabalhadores.

Alojamento e alimentação

Restaurantes, padarias e lanchonetes deixam de operar na modalidade presencial, ofertando serviços apenas por meio de tele-entrega, pegue e leve ou drive-thru. Hotéis passam a operar com apenas 40% dos quartos disponíveis.

Comércio

O comércio de rua é suspenso. Somente poderão operar estabelecimentos que comercializem itens essenciais, como medicamentos, produtos de higiene, alimentação e transporte. Farmácias, supermercados e postos de gasolina têm operação reduzida a 50% dos trabalhadores. Serviços de manutenção e reparação de veículos automotores passam a operar com 25% dos trabalhadores.

Educação

Ao longo da semana, governo do Estado deve anunciar como será o retorno às aulas presenciais, em etapas, mas já adianta que a retomada em 1º de julho não será possível. Demais atividades de ensino seguem na modalidade remota.

Indústria

Passam a operar com 75% dos trabalhadores. A orientação inicial da bandeira vermelha era de 50%.

Saúde

No campo da saúde, vital ao enfrentamento da pandemia, os serviços não são afetados. No entanto, recomenda-se a postergação de consultas eletivas. Serviços de veterinária têm a atividade reduzida para 50% dos trabalhadores.

Serviços

  • Academias poderão atender somente um aluno por vez;
  • Missas e serviços religiosos devem receber até 30 pessoas;
  • Clubes esportivos terão atendimento individual de atletas, sem permissão para treinos coletivos;
  • Serviços de higiene pessoal – como cabeleireiro e barbeiro – são vedadas.
  • Ficam vedadas também as atividades de captação de áudio e vídeo em teatros e casas de espetáculo, de empréstimo e consulta de itens em museus, bibliotecas e acervos, bem como os ateliês de arte.
  • Parques, jardins botânicos e zoológicos são fechados para atendimento ao público, sendo permitida a operação de 50% dos trabalhadores.
  • Serviços imobiliários, de consultoria e administrativos passam a ser somente via teleatendimento, com no máximo 25% dos trabalhadores presentes no estabelecimento.
  • Serviços bancários e de advocacia permanecem com atendimento presencial restrito, com no máximo 50% dos trabalhadores.

Serviços de utilidade pública

Serviços de utilidade pública não sofrem alteração na operação com a vigência da bandeira vermelha, dado sua essencialidade. Mesmo com 100% de operação permitida, esses estabelecimentos devem respeitar o número máximo de pessoas por ambiente permitido com o distanciamento mínimo obrigatório entre pessoas.

Transportes

O transporte de passageiros passa a operar com apenas 50% dos assentos da janela disponíveis.

Todas as regiões, independente da bandeira em que se encontram, devem seguir os protocolos de prevenção, que incluem uso de máscara, distanciamento entre as pessoas, higienização dos ambientes e das mãos, uso de equipamento de proteção individual (EPI), afastamento de casos positivos ou suspeitos, teto de ocupação e atendimento diferenciado para grupos de risco.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo