Serra Gaúcha

Bento Gonçalves institui o Observatório turístico de enfrentamento à Covid-19

Objetivo do estudo é avaliar e monitorar a evolução de casos de contaminação em ambientes que adotam medidas preventivas de combate ao Coronavírus

Bento Gonçalves mais uma vez inova e lança uma ação inédita no combate ao novo coronavírus. A partir da articulação do Comitê Pró-Turismo Bento com instituições de ensino superior, o município passa a contar com um Observatório turístico de enfrentamento à Covid-19. A iniciativa foi apresentada nesta terça-feira, 7, para o prefeito Guilherme Pasin.

O objetivo do estudo é realizar o diagnóstico do setor e os impactos que a doença tem causado no segmento. Para isso, será realizado o monitoramento semanal de uma amostra dos estabelecimentos cadastrados no selo “Ambiente Limpo e Seguro” – que hoje soma 86 certificados – para detectar se as medidas que foram adotadas são eficazes na contenção do vírus.

“É emocionante ver o engajamento pelo bem do turismo e da nossa Bento Gonçalves. O observatório é mais uma prova que o Comitê e trades turísticos estão comprometidos com a retomada gradual e responsável das atividades turísticas. Respeitando os protocolos, aderindo ao selo, cuidando da empresa e equipe para poder acolher num ambiente limpo e seguro quem nos visita. Sempre em prol da vida e em harmonia com a busca da saúde emocional e econômica. Agora, além de incentivar a implantação de todos os cuidados previstos, Bento estará monitorando a evolução de casos de contaminação pelo vírus nestes empreendimentos. Nosso agradecimento a todos os envolvidos. Definitivamente juntos somos mais fortes”, ressaltou a presidente do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) e diretora executiva do SEGH Região Uva e Vinho, Marcia Ferronato.

O levantamento dos dados será realizado em parceria com cinco instituições de ensino: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RS (IFRS) – Campus Bento Gonçalves e Porto Alegre, Centro Universitário Cenecista de Bento Gonçalves (UNICNEC), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES).

“A proposta do Observatório, como benefício para a cidade como um todo, é fazer um acompanhamento dentro do setor turístico da evolução dos casos suspeitos e confirmados de Covid-19 dentro dos estabelecimentos. Com a amostra dos empreendimentos do selo “Ambiente Limpo e Seguro” poderemos identificar o quanto a adoção das medidas de segurança estão contribuindo para gerar segurança para os seus colaboradores e visitantes. Estamos com uma equipe multidisciplinar, aonde pesquisadores com experiência se uniram para analisar algo que é novo para todo mundo”, frisou a coordenadora do projeto, a turismóloga e professora do IFRS – Campus Bento, Hernanda Tonini.

O monitoramento se estenderá pelo período de doze semanas e avaliará e monitorará a evolução de casos de contaminação pelo vírus em ambientes que adotam medidas preventivas de combate ao Coronavírus, podendo apresentar cenários sobre a efetividade das ações realizadas na redução do contágio por parte das equipes que trabalham nos estabelecimentos e também pela visita turística.

“Estamos comprometidos de forma incansável em buscar alternativas que nos apontem caminhos a garantir a segurança de todos. Entendemos que retomada econômica só funciona se todos estão protegidos realizando suas atividades. A partir deste estudo poderemos ter dados que nos ajudem a encontrar melhores caminhos para salvar a economia, mas acima de tudo, proteger a vida das pessoas”, destacou o secretário municipal de Turismo, Rodrigo Ferri Parisotto.

O prefeito Guilherme Pasin enalteceu a iniciativa. “Essa união do Poder Público, entidades e o meio acadêmico são de extrema importância para a análise das ações que vem sendo desenvolvidas pelo setor e seus resultados. Continuamos firmando nosso compromisso com a transparência e a seriedade para que juntos possamos vencer essa luta contra o Coronavírus”, salientou Pasin.

Equipe de pesquisadores

O Observatório é formado pelos seguintes profissionais:

  • Bel. Bruno Melo (Turismo) – IFRS Campus BG
  • Me. Carlos Henrique Monschau Funck (História e Turismo) – IFRS Campus BG
  • Daisy Letícia Bortolini (Bióloga) – Departamento de Vigilância Sanitária BG
  • Dra. Hernanda Tonini (Turismo) – IFRS Campus BG
  • Dra. Joice Lavandoski (Turismo) – UNIRIO
  • Dr. Marcelino de Souza (Engenheiro Agrônomo) – UFRGS
  • Esp. Raquel Fronza Scotton (Turismo) – IFRS Campus BG
  • Me. Rita Michelin (Antropologia e Turismo) – UNICNEC Bento
  • Dra. Shana Sabbado Flores (Administração) – IFRS Campus BG
  • Me. Tissiane Schimidt Dolci (Hotelaria) – IFRS Campus Porto Alegre
  • Dr. Luís Fernando Saraiva Macedo Timmers (Biólogo) – UNIVATES

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Mais informações

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para fornecer a você a melhor experiência de navegação, anúncios relevantes e maior segurança do usuário. Se você clicar em "prosseguir", vamos entender que está satisfeito com ele. Consulte nossa Política de Privacidade.

Fechar