Publicidade
Rio Grande do Sul

São Sebastião do Caí adota regras restritivas na volta à bandeira vermelha

A Prefeitura de São Sebastião do Caí está reforçando medidas restritivas nas atividades locais para conter o avanço da pandemia na comunidade. O município segue os protocolos determinados pelo decreto estadual que suspendeu o sistema de gestão compartilhada do Programa de Distanciamento Controlado e instituiu a bandeira vermelha na região.

Nesta manhã (2), o prefeito Clóvis Duarte se reuniu com secretários municipais e o departamento jurídico do município para definir algumas medidas que já valem a partir de hoje. Entre elas estão o fechamento do Parque Centenário nos finais de semana.

Publicidade

O espaço funcionará de segunda a quinta-feira, das 6 às 20 horas e, na sexta-feira, apenas das 6 horas ao meio dia, quando então será fechado. A reabertura ocorrerá na segunda-feira, também às 6 horas da manhã.

Pelo decreto estadual, estabelecimentos comerciais e de serviços podem funcionar até às 20 horas e bares e restaurantes até às 22 horas, estando proibidos eventos e música ao vivo. Para estes locais é obrigatória limitação no atendimento ao público e o uso de máscara e álcool gel por funcionários e frequentadores.

Os restaurantes com serviço de buffet devem voltar ao sistema de apenas funcionários com luvas e máscaras servirem os clientes, suspendendo o auto-atendimento. “Outra decisão é de não interditar praças e outros locais públicos neste primeiro momento, mas reforçamos a recomendação de que se evite aglomerações nestes locais, que serão fiscalizados pela Brigada Militar”, completa o prefeito.

Academias voltam a ter de limitar um aluno por vez em equipamentos individuais, com no mínimo de 16 metros quadrados de distância de outro aluno.

Missas e cultos devem ter limite máximo de 30 pessoas por atividade, respeitando distanciamento, uso de máscara e álcool gel.

Já todos os eventos esportivos estão proibidos e quadras e campos ficam fechados.

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo