Publicidade
Novo HamburgoVale do Sinos

Projeto Mesa de Arte na Praça ganha versão virtual

O Mesa de Arte na Praça, projeto cultural criado em 2016 pelo Coletivo A4 Falando em Arte, de Novo Hamburgo, para levar a arte a pessoas e locais não acostumados com ela, ganha agora uma nova versão, pensada para o ambiente virtual. É o Mesa de Arte na Praça – Mapeamento e Difusão de Artistas Plásticos e Visuais de Novo Hamburgo, contemplado no edital Premiação de Estímulo a Projetos Culturais e Artísticos de Novo Hamburgo, lançado em 2020 pela Secretaria da Cultura (Secult) e Prefeitura.

A ideia original surgiu no Coletivo A4 Falando em Arte (formado pelas artistas Ana Hauschild, Bala Blauth, Magna Sperb e Mona Locks) e teve sua primeira ação em 2016. Depois, foram realizadas mais sete edições, surpreendendo o público com a exposição, em varais, de reproduções digitalizadas impressas de obras de arte, em praças ou locais de grande circulação de pessoas. “Buscamos compartilhar e dialogar sobre a diversidade de artistas da nossa região. Era uma forma do público conhecer melhor os artistas e poder ficar gratuitamente com uma das reproduções, levando reproduções de arte para casa”, lembra Bala Blauth, uma das idealizadoras do projeto.

Publicidade

Nas oito edições, foram mais de 100 participantes, entre fotógrafos, pintores, desenhistas, escultores e gravadores. “Até mesmo nomes como Ernesto Frederico Scheffel e Carlos Alberto de Oliveira, que foram grandes referências em suas áreas, marcaram presença através das reproduções de suas obras, dividindo o mesmo espaço com novos e excelentes artistas”, destaca Ana Hauschild, outra das idealizadoras. “Os artistas participantes aprovaram esta maneira descontraída e democrática de mostrar seu trabalho e a maioria fazia questão de estar presente”, complementa Magna Sperb, também mentora do projeto.

Versão virtual

Publicidade

Com a pandemia da Covid-19, as atividades com aglomeração de pessoas foram vedadas e o Mesa de Arte na Praça ficou suspenso. Surgiu então o edital da Secult e Prefeitura de Novo Hamburgo, financiado com recursos da Lei Aldir Blanc (14.017/2020), numa iniciativa da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo e Governo Federal. O grupo avaliou que era hora de expandir o Mesa de Arte na Praça para um novo formato, aproveitando o espaço disponível no ambiente virtual.

O projeto foi inscrito e contemplado, garantindo recursos para a criação de uma plataforma virtual de mapeamento e difusão dos artistas plásticos e visuais de Novo Hamburgo. “Nosso foco é criar um espaço permanente de divulgação desses artistas, de suas trajetórias, obras, exposições e contatos”, diz Bala Blauth.

A intenção é gerar, além de visibilidade aos artistas, uma visão geral sobre a produção das artes plásticas e visuais em Novo Hamburgo. “O ambiente virtual também será espaço para a inclusão de conteúdos sobre arte, com a publicação de textos, artigos, entrevistas, assim como divulgar a agenda de atividades e exposições”, explica Ana Hauschild. “A meta é sempre democratizar o acesso à cultura, contribuir para a formação de público e criar espaços para que nossos artistas possam se tornar mais conhecidos”, afirma Magna Sperb.

A proposta também envolve a criação de perfis do projeto em redes sociais e o lançamento da plataforma com a realização presencial de eventos em dois bairros de Novo Hamburgo ainda não contemplados pelo Mesa de Arte na Praça, que são Lomba Grande e Boa Saúde. O projeto deve estar finalizado em Junho de 2021, de acordo com Luana Khodja, da Imago Produtora, que responde pela gestão do projeto e pela produção executiva.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo