Rio Grande do Sul

Saúde Mental na pandemia é pauta de debates na Câmara de Parobé

Frente Parlamentar reuniu vereadores e representantes da Secretaria de Saúde

Avançou na última semana o trabalho da Frente Parlamentar de Combate à Depressão instalada na Câmara de Vereadores de Parobé. O grupo foi reunido a pedido do vereador Luis Heleno da Silva (PDT), onde os legisladores discutem melhorias para os atendimentos de saúde mental na atenção básica do município.

“Nosso principal objetivo é unir forças e ajudar a comunidade na medida do possível. Tudo isso com o planejamento de políticas públicas que atendam quem mais precisa neste cenário de pandemia. É um grande desafio”, comentou o vereador proponente.

Para verificar o andamento e como funciona o acolhimento de pessoas em situação de vulnerabilidade emocional, os parlamentares contaram com a presença da secretária de saúde, Ana Elisa de Lima, além da representante do Núcleo de Apoio Psicossocial (NAPIA), Carla Woiciechoeski, também a coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial, Marili Bittencourt e a assistente social, Paula Morais.

Segundo o levantamento apresentado aos integrantes da frente parlamentar, em média são realizados 1270 atendimentos psicossociais por mês na rede municipal. Os números também apontam que desde o início da pandemia, estes atendimentos quadruplicaram também em razão da situação econômica.

“Existe hoje também uma situação muito preocupante quanto ao uso de drogas ilícitas no município. Nós estamos prestando serviços individualizados pelo telefone, caso a pessoa apresente sintomas de COVID. Não deixamos ninguém desamparado dentro do possível”, explicou Marili.

Segundo o vereador Celso Abreu (PL), que integra a frente parlamentar, é perceptível que os serviços psicossociais foram qualificados nos últimos anos. “A intenção é ajudar na ampliação dos trabalhos, pois entendemos que esta atividade desenvolvida é essencial e que nos últimos anos tem ficado cada vez mais evidente a necessidade de pensarmos em conjunto como melhorar os atendimentos”, destacou.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo