Litoral

Torres em alerta para mortandade de peixes na Lagoa do Violão

A Prefeitura de Torres, por meio das Secretarias do Meio Ambiente e Urbanismo e da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Pesca, está alerta com relação ao aparecimento de peixes mortos nos últimos dias na Lagoa do Violão.

O secretário municipal do Meio Ambiente e Urbanismo, Júlio Agápio, e o agrônomo da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Pesca da Prefeitura de Torres, Gerson Luiz Nardi, afirmam que é natural a mortandade de tilápias em alguns pontos das margens da Lagoa neste período do ano.

Explicam que a mortandade de peixes se dá devido a baixa temperatura das águas e ao grande cardume no local. A mortandade é somente de tilápias, principalmente filhotes, espécie que não se adapta com baixas temperaturas, Devido a Lagoa ter pouca profundidade, o fenômeno ainda se intensifica.

A situação está sendo monitorada pelas duas Secretarias Municipais. A tilápia é uma espécie invasora que se adaptou bem no local, provocando grande concentração de peixes. A Secretaria do Meio Ambiente pretende criar um plano para controlar o crescimento da comunidade de tilápias na área.

Estes eventos provocam a preocupação da população e da mídia, pois muitas vezes associam à contaminação e à poluição do ambiente. Na realidade, neste caso, diversos fatores podem levar à mortandade, e alguns estão relacionados a causas naturais.

Entenda um pouco mais, no documento anexado abaixo, o porquê desta situação, através do trabalho técnico elaborado pelo engenheiro agrônomo Gerson Luiz Nardi, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Pesca intitulado “Tilápias na Lagoa do Violão – Considerações sobre o Binômio Mortalidade e Poluição”.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo