Negócios

12 líderes de empresas indicam seus livros favoritos

C-Levels das principais empresas de tecnologia do país compartilham quais livros não saem de suas cabeceiras

A leitura é um hobbie e até mesmo um hábito muito presente na vida de muitas pessoas. Segundo dados divulgados pela Nielsen Brasil e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros, só em 2021,foram comercializados mais de 55 milhões de exemplares, fazendo com que o segmento literário apresentasse um crescimento de 29,3% no volume de vendas e um aumento de 29,2% no faturamento, comparado ao mesmo período do ano anterior.

Publicidade

Com o crescimento de exemplares vendidos no último ano, fica a pergunta, quais são os livros que não saem da cabeceira dos líderes de sucesso das principais empresas de tecnologia do país? Conheça abaixo as principais indicações de 12 líderes:


Helmuth Hofstatter, CEO da empresa Logcomex
Entendendo Michael Porter: O guia essencial da competição e estratégia – Joan Magretta

“Indico este livro porque ele é fácil de ser compreendido e o executivo consegue colocar em prática todos os insigths escritos, independentemente do tamanho da empresa em que trabalha. A leitura ainda me auxiliou a identificar uma boa e má estratégia e diferenciar uma estratégia sólida de outra frágil”, avalia o executivo.

Claudio Mifano, CEO da Livance
Pense de Novo – Adam Grant

“Indico esta leitura, pois o tema está no centro da nossa evolução, tanto profissional quanto pessoal. Adam é uma das minhas grandes referências e, nesse livro, ele coloca de forma muito simples e clara como o repensar é a chave do aprendizado. O ciclo do repensar começa com a humildade intelectual, uma das principais características dos líderes atuais. E, como diz o autor, “se conhecimento é poder, saber o que não sabemos é sabedoria”.

Ricardo Almeida, CEO do Clube de Autores
História do Cerco de Lisboa – José Saramago

“Além do óbvio de se ler um dos maiores mestres da literatura mundial, indico este título, pois é um livro que traz uma reflexão fundamental sobre o quanto a história que buscamos escrever pode ser tão radicalmente transformada a partir de pequenos detalhes”.

Julian Colombo, CEO da N5 Now
Rápido e Devagar – Daniel Kahneman

“Está obra, escrita por Kanheman, psicólogo israelense e considerado o pai da economia comportamental, mostra como as tomadas de decisões, tem componentes racionais e irracionais ao mesmo tempo. O livro inclui centenas de experimentos psicológicos e sociais divertidos, que mostram que, ainda pessoas brilhantes e instruídas, falham em escolher a opção correta se os problemas são apresentados de formas específicas”.

Callebe Mendes, CEO e cofundador da Zapay
A Regra é Não ter Regras – Reed Hastings e Erin Meyer

“Hoje, um dos questionamentos mais vigentes dentro do universo das startups é: como crescer de forma rápida, criativa, inovadora e com uma cultura forte? Isso porque a disputa para se tornar o número um do mercado está cada vez mais dinâmica e célere. O livro ‘A Regra É Não Ter Regras’ pode ser considerado um diário de bordo para qualquer CEO no sentido de auxiliar a construir um time forte e inovador que irá transpor quaisquer desafios atrelados ao crescimento do negócio”.

Henrique Garcia, CEO da Smartbrain
O Físico – Noah Gordon

“É um livro que mostra um panorama da riqueza cultural e social tanto do Islã, quanto do Cristianismo e do Judaísmo. O ivro nos trás para os dias de hoje e nos faz questionar este momento xenofóbico mundial que estamos vivendo”.

Bruno Chan, CEO e cofundador da Klavi
A Marca da Vitória – Phil Knight

“Recomendo este livro para todos os empreendedores que querem transformar sua paixão em histórias de sucesso. O livro conta a história de Phil Knight, fundador da Nike, durante sua longa e batalhadora jornada para criar uma das marcas mais reconhecidas do mundo. Achei especialmente interessante o início da jornada, onde Phil se joga em uma empreitada motivado por sua paixão em correr. A história toca em pontos importantes que todo empreendedor vai vivenciar: incerteza, raça, equipe, vontade de desistir, estratégia e aprendizado.”

Ronal Balena, CEO da imobles
Billion Dollar Loser – Reebes, Wiedeman

“Essa obra fala sobre o crescimento e a queda do WeWork. Indico a leitura pois é incrível, e particularmente interessante, a forma como a história traz uma síntese do universo de startups, VCs e investimento em tecnologia – tanto o lado bom, quanto as potenciais armadilhas e perigos do mercado”.

Marcos Simon, CEO da Credoro
A Startup Enxuta – Eric Ries

“Indico esse livro do escritor e empreendedor, Eric Ries, pois esta é uma obra que pode ensinar, a qualquer pessoa, a desenvolver novas ideias utilizando um método muito simples e baseado em três princípios, que são: visão, direção e aceleração”.

Isaac Paes, CEO da OiMenu
Pense Como um Monge – Jay Shetty

“Essa obra traz lições valiosas e que podemos aplicar na vida pessoal e profissional, como a técnica de enxergar as situações por uma outra perspectiva. O livro dá alguns tapas na cara do leitor, principalmente quanto a relacionamentos, sentimentos, sobre o sentido da vida (que não é ser feliz) e sobre como controlar o ego, antes que ele nos controle. É uma leitura genial”.

Daniel Pedro, CEO da Daniel Pedro Consórcios
Decifre e Influencie Pessoas – Paulo Vieira e Deibson Silva

“O livro me trouxe grandes lições relacionadas à liderança e provocou reflexões relacionadas ao ser humano e as suas multifacetas. Após finalizar a leitura, consegui adquirir muito mais confiança e entendimento para não só liderar o meu time, como saber administrar um grupo maior e com pessoas desconhecidas”.

Reginaldo Stocco, CEO da vhsys
A Mentalidade do Fundador – Chris Zook e James Allen

“Gerir os negócios é um grande desafio. Por este motivo, recomendo essa leitura para todos os empreendedores. Ela mostra a importância de uma gestão horizontal, reforçando a necessidade de compreender os números para saber exatamente o que está acontecendo com o seu negócio. Outro ponto abordado no livro é sobre o saber cuidar do seu time, as pessoas são a chave para o crescimento de sua companhia e precisam ser valorizadas e ouvidas para que elas cresçam junto com a operação. A dica é se reinventar, não ficar parado achando que as coisas têm movimento próprio, caso contrário, sua empresa não chegará onde você almeja.”

Via
VCRP Brasil
Fonte
Pat Buzaid

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo