Negócios

Seminário sobre drones para mapeamento e topografia em São Paulo

Na manhã de 16 de maio o uso dos drones para mapeamento e topografia será destaque no segundo dia do DroneShow 2018 que acontece na capital paulista de 15 a 17 de maio. O evento contará com 20 atividades, entre seminários e cursos voltados para o mercado de drones e uma feira com mais 40 expositores. Desconfiada no início, a comunidade de geotecnologias já está convencida do potencial do uso dos drones, tecnologia embarcada e softwares para mapeamento, topografia e cadastro. Os sensores embarcados associados aos softwares de planejamento da missão e de pós-processamento permitem executar aerolevantamentos. Os drones são mais uma plataforma e sensoriamento remoto que vem se juntar aos satélites e aviões.

Confira a programação completa:

8h30 às 9h
Chairman: George Longhitano – G-Drones – Fundador e diretor da G drones. Geógrafo pela FFLCH-USP, mestre em Geoprocessamento pela EP-USP, doutorando em Ciência Ambiental pelo IEE-USP, pesquisa aplicações de VANTs desde 2005. Atuou como coordenador técnico em consultorias ambientais por 10 anos e como professor universitário das disciplinas de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto por 5 anos.

9h às 9h30: Monitoramento de faixa de domínio, com o uso de solução integrada (VANT e Imagem orbital de alta resolução), para apoio aos processos de desapropriação e fiscalização requeridos para implantação das obras de infraestrutura ferroviária no Brasil
Julio Henriques Fernandes Cesar – VALEC – Gerente Geral de Desapropriação da VALEC Engenharia, Construções e Ferrovias, formado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Lavras – UFLA e Engenharia Civil pelo Instituto de Educação Superior Planalto IESPLAN, com mestrado em Irrigação e Drenagem na UFLA, pós-graduação em Gerência Executiva de Transporte, Mobilização e Logística pelo Exército Brasileiro e Câmara Interamericana de Transporte e Especialização em Engenharia Ferroviária pela USP. Exerce atuação na gestão de contratos de engenharia consultiva das apoiadoras da desapropriação na construção da ferrovia Norte-Sul em Tocantins, Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Ferrovia de Integração Oeste Leste na Bahia e Tocantins, foi professor universitário por 12 anos, com disciplinas de engenharia direcionadas aos cursos de ciências agrárias como Agronomia, Zootecnia e Engenharia de Alimentos e Especialização em Engenharia Ferroviária pela USP. Coordena equipe técnica para suporte às atividades de monitoramento e controle da faixa de domínio das ferrovias de responsabilidade da VALEC, com mais de 3.200km, além de ter a função de analisar e gerir riscos relativos à segurança patrimonial com monitoramento e gestão das ações judiciais que visem o restabelecimento ou a consolidação dos bens imóveis adquiridos pela VALEC, através do uso de geotecnologia de imageamento como RPAS(Multirotores e asa fixa) e sensores orbitais, com processamento computacional de geração de Ortofotos e MDE para identificação de invasões e interferências e suporte à Engenharia de Projetos e Construção.

Bruno Nogueira da Costa – VALEC – Gerente da Superintendência de Desapropriação da VALEC
Engenharia, Construções e Ferrovias, formado em Engenharia Civil pela UNB e Especialização em Engenharia Ferroviária pela USP. Coordena equipe técnica para suporte às atividades de monitoramento e controle da faixa de domínio das ferrovias de responsabilidade da VALEC, com o uso de geotecnologia de imageamento como RPAS(Multirotores e asa fixa) e sensores orbitais, com processamento computacional de geração de Ortofotos e MDE para identificação de invasões e interferências e suporte à Engenharia de Projetos e Construção. Atuou com o desenvolvimento de estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental – EVTEA – das ferrovias da VALEC, com aplicação da análises AHP para definição de Corredores Preferenciais e simulação computacional para geração de alinhamentos geométricos automatizados para as ferrovias FNS(Ferrovia Norte-Sul), CFSC(Corredor Ferroviário de Santa Catarina) e FICO(Ferrovia da Integração Centro-Oeste).

9h30 às 10h: Drone como ferramenta técnica de engenharia: apresentação de resultados
Reinaldo Almeida Colares – Horus Geo – Formado em Engenharia Elétrica pela UFMG, possui experiência nos setores de Siderurgia, Energia, Óleo e Gás e desenvolvimentos de plataforma GIS. Sócio diretor da HorusGeo, empresa com atuação no mercado brasileiro e argentino que iniciou as atividades em 2013 na incubadora INOVA/UFMG. Atua no desenvolvimento de soluções e serviços para clientes dos setores de mineração, siderurgia e infraestrutura. Participante assíduo dos Webinars MundoGeo, DroneShow, Forum de Empresários e DroneShow Meetings, procura estar sempre presente nos grupos formadores de opiniões desse mercado no Brasil.

10h às 10h30 Mapeamento de alta acurácia com drones
José Marcato – UFMT – Possui graduação em Engenharia Cartográfica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2008), mestrado e doutorado em Ciências Cartográficas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Em 2009 recebeu os prêmios do Instituto de Engenharia, do CREA-SP de formação profissional e diploma de mérito acadêmico da Unesp. Atualmente é Professor adjunto na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) ministrando disciplinas na área de Geomática para os cursos de Graduação (Geografia, Eng. Ambiental e Eng. Civil) e Pós-Graduação (Recursos Naturais e Tecnologias Ambientais). Atua como revisor para vários periódicos de alto impacto na área de Sensoriamento Remoto e Fotogrametria: ISPRS Journal of Photogrammetry and Remote Sensing, Remote Sensing, IEEE Geoscience and Remote Sensing Letters, Measurement (London. Print), IEEE Journal of Selected Topics in Applied Earth Observations and Remote Sensing, International Journal of Image and Data Fusion, Sensors (Basel), International Journal of Remote Sensing (Online) e PE&RS Journals. Tem experiência na área de Geociências e Ciências Ambientais, atuando principalmente no seguinte tema: Geomática (Fotogrametria, Sensoriamento Remoto, Geodésia, SIG, Cartografia) aplicada aos estudos ambientais.

10h30 às 11h
Paulo Henrique Amorim – Santiago & Cintra Geotecnologias – Engenheiro Cartógrafo formado pela UNESP, mais de 10 anos de experiência em Sensoriamento Remoto e Fotogrametria, recebeu em 2008 o prêmio CREA, em 2012 recebeu o título de Cavaleiro da Ordem da Sociedade Brasileira de Cartografia, atualmente é Gerente de Soluções em Sensoriamento Remoto no Grupo Santiago & Cintra e desenvolve soluções com drones para as áreas geoespacial e agricultura.

11h às 11h30
Amilton Amorim (Unesp – Presidente Prudente) – Engenheiro Cartógrafo, formado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP em 1988, mestre em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (1993), doutor em Transportes pela Escola de Engenharia de São Carlos, da Universidade de São Paulo – USP (2000) e Pós-doutorado pela Universidade do Porto (2009). Professor Assistente Doutor – II, do departamento de Cartografia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP, atuando no Curso de Graduação em Engenharia Cartográfica e no Programa de Pós Graduação em Ciências Cartográficas. Líder do Grupo de Pesquisa em Aquisição e Representação de Dados Espaciais – GARDE, sediado na FCT/UNESP. Tem experiência nas áreas de Ciências Geodésicas e Planejamento Urbano e Regional, com ênfase em Informação, Cadastro e Mapeamento, atuando principalmente nos seguintes temas: Cadastro Territorial Multifinalitário, Sistema de Informações Geográficas e Cadastro.

11h30 às 12h: Drone como ferramenta de mapeamento
Manoel Silva Neto – Droneng – Engenheiro Cartógrafo – UNESP, MBA Gestão Estratégica – USP, Professor de Fotogrametria com Drones na PUC-PR, Eleito a personalidade do ano no mercado dos drones em 2016 pelo evento DroneShow LA.

12h às 12h30
Danilo A. Rodrigues – Geosurv – Diretor técnico e fundador da empresa GeoSurv Engenharia e Geomática. Empresa provedora de serviços na área de Agrimensura e Cartografia. Engenheiro Cartógrafo formado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP. Atuando há 13 anos no mercado de Geotecnologias.

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios